September 1, 2017 / 3:00 AM / in a year

Brasil vence Equador por 2 x 0 e garante a liderança das eliminatórias

(Reuters) - A seleção brasileira assegurou a primeira colocação nas eliminatórias sul-americanas para a Copa do Mundo de 2018 ao derrotar o Equador por 2 x 0, nesta quinta-feira, em Porto Alegre, mesmo tendo dificuldades pela maior parte do jogo contra um rival retrancado.

Philippe Coutinho comemora gol do Brasil contra o Equador 31/8/2017 REUTERS/Pilar Olivares

Com gols de Paulinho e Philippe Coutinho no segundo tempo, o Brasil foi a 36 pontos, 11 a mais do que a segunda colocada Colômbia, restando três rodadas para o final da competição. O Uruguai, com 24 pontos após empate sem gols com a Argentina, é o terceiro colocado, seguido por Chile e Argentina.

Classificado para o Mundial da Rússia na rodada anterior, o Brasil foi a nove vitórias seguidas nas eliminatórias da Copa do Mundo de 2018 sob o comando do técnico Tite.

O triunfo, no entanto, foi sofrido, já que o atacante Neymar teve uma atuação apagada, ao segurar muito a bola, e o time apresentou problemas na criação.

A primeira chance de gol ocorreu logo aos 8 minutos, quando Paulinho fez boa jogada pela direita e chutou, mas o goleiro Banguera defendeu. Dois minutos depois, Willian chutou da entrada da área e a bola passou perto da trave.

A partir daí, o Brasil mostrou lentidão e só foi ameaçar o gol rival aos 33 minutos, em chute de Gabriel Jesus, que foi defendido pelo goleiro do Equador.

O atacante do Manchester City também obrigou Banguera a fazer boa defesa no começo da segunda etapa, em cabeceio após cruzamento de Daniel Alves.

Mesmo com os problemas na criação, o Brasil abriu o placar, aos 24 minutos, com Paulinho, que ajeitou escanteio cobrado por Willian e chutou quase da pequena área, no alto, para abrir o placar.

Aos 31 minutos veio o segundo. Philippe Coutinho, que tinha entrado no lugar de Renato Augusto e deu mais dinâmica ao time, passou para Gabriel Jesus, que devolveu de cabeça após dar um chapéu no zagueiro, e Coutinho completou para o gol.

No final da partida Tite colocou em campo o meia-atacante Luan, que teve o nome gritado nas arquibancadas da Arena do Grêmio, seu clube, desde o primeiro tempo.

A seleção brasileira volta a jogar na terça-feira, contra a Colômbia, fora de casa.

Por Tatiana Ramil, em São Paulo

0 : 0
  • narrow-browser-and-phone
  • medium-browser-and-portrait-tablet
  • landscape-tablet
  • medium-wide-browser
  • wide-browser-and-larger
  • medium-browser-and-landscape-tablet
  • medium-wide-browser-and-larger
  • above-phone
  • portrait-tablet-and-above
  • above-portrait-tablet
  • landscape-tablet-and-above
  • landscape-tablet-and-medium-wide-browser
  • portrait-tablet-and-below
  • landscape-tablet-and-below