February 16, 2018 / 3:58 PM / 8 months ago

Temer garante que reforma da Previdência não será afetada por intervenção no RJ

BRASÍLIA (Reuters) - O presidente Michel Temer justificou nesta sexta-feira a intervenção federal na segurança pública do Rio de Janeiro como uma medida extrema necessária nas circunstâncias vividas pelo Estado, e garantiu que suspenderá a medida quando chegar o momento de votar a reforma da Previdência no Congresso.

O presidente brasileiro Michel Temer durante evento em Brasília, no Brasil 05/02/2018 REUTERS/Ueslei Marcelino

Temer disse que o único caminho possível da intervenção federal no Estado é o sucesso, e disse que, quando a Câmara dos Deputados e o Senado decidirem que é hora de votar a reforma da Previdência, ele parará a intervenção federal no Estado.

De acordo com a Constituição, no momento de uma intervenção federal em um Estado a Constituição não pode ser alterada. A reforma da Previdência é uma Proposta de Emenda à Constituição (PEC) e, portanto, a vigência da intervenção no Rio inviabilizaria a votação da matéria, apontada como prioritária pelo governo Temer.

Reportagem de Lisandra Paraguassu

0 : 0
  • narrow-browser-and-phone
  • medium-browser-and-portrait-tablet
  • landscape-tablet
  • medium-wide-browser
  • wide-browser-and-larger
  • medium-browser-and-landscape-tablet
  • medium-wide-browser-and-larger
  • above-phone
  • portrait-tablet-and-above
  • above-portrait-tablet
  • landscape-tablet-and-above
  • landscape-tablet-and-medium-wide-browser
  • portrait-tablet-and-below
  • landscape-tablet-and-below