March 2, 2018 / 11:38 AM / in 9 months

Presidente sul-coreano diz a Trump que pretende mandar enviado à Coreia do Norte

Presidente da Coreia do Sul, Moon Jae-in, durante Olimpíada de Inverno de Pyeongchang 17/02/2018 REUTERS/John Sibley

SEUL (Reuters) - A Coreia do Sul pretende mandar um enviado especial à Coreia do Norte em resposta a um convite do líder Kim Jong Un, disse o presidente sul-coreano, Moon Jae-in, ao presidente norte-americano, Donald Trump, por telefone, na quinta-feira.

Os dois presidentes debateram visitas recentes de autoridades norte-coreanas de alto escalão à Coreia do Sul, informou a Casa Azul presidencial em Seul em comunicado.

A Olimpíada de Inverno de Pyeongchang, no mês passado, fortaleceu uma reaproximação recente entre as duas Coreias depois de mais de um ano de tensões crescentes devido ao programa de mísseis e do sexto e maior teste nuclear de Pyongyang, em desafio a sanções da Organização das Nações Unidas (ONU).

“(Moon e Trump) concordaram em continuar a se esforçar para rumar para a desnuclearização da península coreana mantendo o ímpeto do diálogo sul-norte”, disse o comunicado da Casa Azul.

Em Washington, um comunicado da Casa Branca sobre a conversa dos dois líderes informou que Moon inteirou Trump a respeito de “desdobramentos relativos à Coreia do Norte e às conversas intercoreanas”, mas não deu detalhes.

“O presidente quer continuar trabalhando com a Coreia do Sul. É um aliado forte. Não temos discórdias entre nós. Continuaremos estas conversas”, disse a porta-voz da Casa Branca, Sarah Sanders, a repórteres.

“O objetivo final é desnuclearizar a península. É nisto que estamos concentrados, e estamos animados com quaisquer passos adiante nesse processo”, acrescentou.

Ao encaminhar um enviado a Pyongyang, Moon disse que responderá ao envio norte-coreano de delegações de alto nível à Olimpíada de Inverno, que incluíram a irmã do líder Kim Jong Un, Kim Yo Jong, a primeira integrante da linhagem governista da Coreia do Norte a visitar o vizinho do sul desde a Guerra da Coreia (1950-53).

Kim Yo Jong entregou o convite de seu irmão para Moon visitar Pyongyang. Tal visita marcaria a primeira reunião intercoreana desde 2007.

0 : 0
  • narrow-browser-and-phone
  • medium-browser-and-portrait-tablet
  • landscape-tablet
  • medium-wide-browser
  • wide-browser-and-larger
  • medium-browser-and-landscape-tablet
  • medium-wide-browser-and-larger
  • above-phone
  • portrait-tablet-and-above
  • above-portrait-tablet
  • landscape-tablet-and-above
  • landscape-tablet-and-medium-wide-browser
  • portrait-tablet-and-below
  • landscape-tablet-and-below