April 5, 2018 / 1:07 PM / 6 months ago

Dólar cai 1% e volta a R$3,30 após STF abrir caminho para prisão de Lula

SÃO PAULO (Reuters) - O dólar recuava 1 por cento nesta quinta-feira, de volta à casa de 3,30 reais, com o mercado reagindo com alívio à decisão do Supremo Tribunal Federal (STF) de negar habeas corpus preventivo ao ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva e abrindo caminho para sua eventual prisão, o que pode limitar sua infuência nas eleições presidenciais neste ano.

Notas de reais e dólares em uma casa de câmbio no Rio de Janeiro 10/09/2015 REUTERS/Ricardo Moraes

Às 10:02, o dólar recuava 1,04 por cento, a 3,3060 reais na venda, depois de ter acumulado alta 1,23 por cento nos três pregões anteriores, com os investidores montando posições defensivas para o julgamento da véspera. O dólar futuro tinha queda de cerca de 0,75 por cento.

“Embora os mercados estejam propensos a dar as boas-vindas à notícia (do STF), há razões para avaliar que qualquer rali será limitado”, afirmou em relatório o economista para América Latina da Capital Economics (CE), Edward Glossop.

Isso porque Lula, considerado pelos mercados financeiros um candidato menos comprometido com o ajuste fiscal, lidera as pesquisas de intenção de voto para as eleições presidenciais deste ano e, mesmo que não concorra, pode atuar como forte cabo eleitoral.

“Uma vez que a poeira assente, os mercados brasileiros tendem a se concentrar no fato de que os candidatos pró-mercado ainda enfrentam uma luta difícil na corrida eleitoral”, acrescentou Glossop.

Por 6 votos a 5, o STF rejeitou no início desta madrugada o pedido de habeas corpus de Lula, decisão essa que deixa o petista mais próximo de ser preso para cumprir pena pela condenação por corrupção passiva e lavagem de dinheiro em segunda instância.

Agora, o Tribunal Regional Federal da 4ª Região (TRF-4) está livre para decretar a ordem de detenção, embora seja possível que o tribunal espere novo embargo de declaração para eventualmente tomar essa decisão. O prazo final para apresentação desse novo recurso é o dia 10 de abril.

O dólar também recuava frente ao real com o ambiente mais tranquilo no exterior, com menores tensões em torno de eventual guerra comercial entre Estados Unidos e China.

O dólar se recuperava ante uma cesta de moedas, tendo atingido a máxima de duas semanas, com os investidores reavaliando o risco de uma guerra comercial. Ante divisas de países emergentes, o dólar operava misto.

A recuperação no mercado acionário norte-americano ajudou o dólar a reverter algumas perdas, depois que o assessor econômico do presidente Donald Trump disse que o governo norte-americano estava negociando com a China, não se envolvendo em uma guerra comercial.

O Banco Central brasileiro não anunciou qualquer intervenção no mercado de câmbio nesta sessão, por ora. Em maio, vencem 2,565 bilhões de dólares em swap cambial tradicional, equivalente à venda futura de dólares.

0 : 0
  • narrow-browser-and-phone
  • medium-browser-and-portrait-tablet
  • landscape-tablet
  • medium-wide-browser
  • wide-browser-and-larger
  • medium-browser-and-landscape-tablet
  • medium-wide-browser-and-larger
  • above-phone
  • portrait-tablet-and-above
  • above-portrait-tablet
  • landscape-tablet-and-above
  • landscape-tablet-and-medium-wide-browser
  • portrait-tablet-and-below
  • landscape-tablet-and-below