May 22, 2018 / 11:23 AM / 2 months ago

Mídia estrangeira chega à Coreia do Norte, em indicativo de fechamento de instalação nuclear

PEQUIM (Reuters) - Cerca de duas dezenas de jornalistas de organizações de notícias ocidentais e chinesas chegaram à Coreia do Norte nesta terça-feira para acompanhar o fechamento de uma instalação de testes nucleares, um sinal de que o desligamento ocorrerá apesar da incerteza diplomática persistente.

Jornalista Will Ripley, da CNN, concede entrevista em aeroporto de Pequim antes de embarcar em voo para Coreia do Norte 22/05/2018 REUTERS/Thomas Peter

A Coreia do Norte convidou alguns representantes da mídia para acompanharem o desmonte da instalação de Punggye-ri nesta semana, mas não especialistas técnicos, embora os Estados Unidos tenham pedido “um fechamento permanente e irreversível que possa ser inspecionado e plenamente confirmado”.

A oferta do país isolado de desativar seu local de testes foi vista como uma concessão essencial depois de meses de redução na tensão entre Pyongyang e seus arquirrivais de longa data, Coreia do Sul e EUA.

Mas o ambiente diplomático voltou a se tensionar, uma vez que na semana passada a Coreia do Norte ameaçou não comparecer a uma cúpula entre seu líder, Kim Jong Un, e o presidente dos EUA, Donald Trump, em Cingapura, no dia 12 de junho.

Já o presidente sul-coreano, Moon Jae-in, se prepara para se encontrar com Trump em Washington mais tarde nesta terça-feira, e autoridades norte-americanas tentam entender se Pyongyang, que desenvolveu programas de mísseis e nuclear desafiando sanções da Organização das Nações Unidas (ONU), fala sério a respeito da negociação de um acordo de desnuclearização.

Jornalistas da Associated Press, CNN, CBS, Russia Today e da mídia estatal chinesa estavam entre aqueles que foram vistos fazendo check-in no Aeroporto Internacional de Pequim Capital para pegarem um voo da Air Koryo para a Coreia do Norte.

A emissora estatal chinesa CCTV noticiou a chegada do grupo ao aeroporto de Wonsan, cidade do litoral leste norte-coreano.

Várias outras organizações de notícias, incluindo a Reuters, também tentaram cobrir o fechamento da instalação nuclear norte-coreana, mas não receberam convites.

Seul lamentou que seus jornalistas não tenham sido incluídos, apesar de terem sido convidados anteriormente.

“Mesmo assim o governo dá a devida atenção ao fato de que a promessa do Norte de desmontar sua instalação de testes nucleares de Punggyeri, uma medida inicial para a desnuclearização, esteja prosseguindo tal como planejado, e espera que tal ação leve à realização bem-sucedida da cúpula Coreia do Norte-EUA”, disse o Ministério da Unificação sul-coreano em comunicado.

Reportagem adicional de Christine Kim, em Seul

0 : 0
  • narrow-browser-and-phone
  • medium-browser-and-portrait-tablet
  • landscape-tablet
  • medium-wide-browser
  • wide-browser-and-larger
  • medium-browser-and-landscape-tablet
  • medium-wide-browser-and-larger
  • above-phone
  • portrait-tablet-and-above
  • above-portrait-tablet
  • landscape-tablet-and-above
  • landscape-tablet-and-medium-wide-browser
  • portrait-tablet-and-below
  • landscape-tablet-and-below