August 19, 2018 / 4:48 PM / 3 months ago

Trump diz não ter "nada a esconder" de procurador especial Mueller

WASHINGTON (Reuters) - O presidente dos Estados Unidos, Donald Trump, disse neste domingo que não tem “nada a esconder” do procurador especial que investiga interferência russa na eleição norte-americana de 2016 e negou que seu principal advogado tenha se voltado contra ele ao cooperar com a investigação.

Trump, em uma série de publicações no Twitter, denunciou o New York Times por uma reportagem publicada no sábado dizendo que o conselheiro da Casa Branca, Don McGahn, cooperou extensivamente com o procurador especial, Robert Mueller.

O Times relatou que McGahn havia compartilhado relatos detalhados sobre os episódios no centro do inquérito sobre se o presidente Donald Trump obstruiu justiça.

“Eu permiti que ele e todos os outros testemunhassem – eu não precisava”, disse Trump em tuíte. Trump disse que o jornal fez parecer que McGahn havia se voltado contra o presidente —como o conselheiro da Casa Branca John Dean fez na investigação Watergate sobre o ex-presidente Richard Nixon— “quando na verdade é exatamente o oposto”.

Citando uma dúzia de atuais e ex-autoridades da Casa Branca e outras pessoas com informações sobre o assunto, o Times relatou no sábado que McGahn havia compartilhado informações e que algumas delas os investigadores não tinham conhecimento.

Na noite de sábado, o advogado de McGahn confirmou que o conselheiro da Casa Branca havia cooperado com a equipe de Mueller. “O Sr. McGahn respondeu às perguntas da equipe do procurador especial de forma generosa e honesta”, disse William Burck, explicando que o presidente não pediu para McGahn se abster de discutir quaisquer assuntos.

De acordo com o New York Times, McGahn descreveu, em ao menos três entrevistas voluntárias com investigadores que totalizaram 30 horas durante os últimos nove meses, a fúria de Trump em relação à investigação envolvendo a Rússia e as formas que o presidente pediu para McGahn reagir a ela.

Trump nega que sua campanha tenha conspirado com a Rússia e tem repetidamente atacado a investigação como ilegítima.

Por Susan Cornwell and David Lawder

0 : 0
  • narrow-browser-and-phone
  • medium-browser-and-portrait-tablet
  • landscape-tablet
  • medium-wide-browser
  • wide-browser-and-larger
  • medium-browser-and-landscape-tablet
  • medium-wide-browser-and-larger
  • above-phone
  • portrait-tablet-and-above
  • above-portrait-tablet
  • landscape-tablet-and-above
  • landscape-tablet-and-medium-wide-browser
  • portrait-tablet-and-below
  • landscape-tablet-and-below