August 22, 2018 / 10:09 AM / 4 months ago

Bolsonaro lidera com 22% contra 16% de Marina em cenário sem Lula, diz Datafolha

(Reuters) - O candidato do PSL à Presidência, Jair Bolsonaro, lidera a corrida presidencial com 22 por cento das intenções de voto quando o ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva (PT) não aparece na disputa, seguido por Marina Silva (Rede), com 16 por cento, mostrou pesquisa Datafolha divulgada nesta quarta-feira.

Candidatos à Presidência Bolsonaro e Marina em debate promovido pela RedeTV 17/08/2018 REUTERS/Paulo Whitaker

Na sequência aparecem os candidatos Ciro Gomes (PDT), com 10 por cento, Geraldo Alckmin (PSDB), com 9 por cento, Alvaro Dias (Podemos), com 4 por cento, e Fernando Haddad (PT), também com 4 por cento, apontou o levantamento divulgado pelo jornal Folha de S.Paulo.

A pesquisa, que tem margem de erro de 2 pontos percentuais, para mais ou para menos, mostrou ainda que, no cenário sem Lula entre os candidatos, 22 por cento pretendem anular seu voto ou votar em branco, e 6 por cento estão indecisos

No cenário em que Lula aparece como candidato, o ex-presidente lidera com 39 por cento de apoio, seguido por Bolsonaro (19 por cento), Marina (8 por cento), Alckmin (6 por cento), Ciro (5 por cento) e Dias (3 por cento). Nesse quadro, os votos nulos e brancos somam 11 por cento e os indecisos são 3 por cento.

Lula está preso desde o início de abril cumprindo pena pela condenação por corrupção passiva e lavagem de dinheiro no caso do tríplex do Guarujá (SP) no âmbito da operação Lava Jato, e deve ser impedido de disputar a eleição devido à Lei da Ficha Lima. O ex-presidente alega inocência.

O Datafolha também apontou que 48 por cento dos entrevistados não votariam em um candidato apoiado por Lula, enquanto 31 por cento disseram que votariam com certeza e 18 por cento disseram que talvez votassem em um nome indicado pelo ex-presidente.

No levantamento anterior do Datafolha feito em junho, quando o quadro de candidatos ainda não estava definido, Lula tinha 30 por cento de apoio no cenário em que era incluído, seguido por Bolsonaro (17 por cento), Marina (10 por cento), Ciro (6 por cento), Alckmin (6 por cento) e Dias (4 por cento).

No quadro sem Lula e com Haddad como candidato do PT, o presidenciável do PSL liderava em junho com 19 por cento, tendo na sequência Marina (15 por cento), Ciro (10 por cento), Alckmin (7 por cento) e Dias (4 por cento).

O levantamento deste mês também apontou que Bolsonaro é o candidato com maior rejeição. Segundo o Datafolha, 39 por cento dos entrevistados disseram que não votariam no presidenciável do PSL de jeito nenhum. Lula vem a seguir, com 34 por cento de rejeição, contra 26 por cento de Alckmin, 25 por cento de Marina e 23 por cento de Ciro.

Em simulações de 2º turno, o Datafolha apontou que Lula venceria todos os adversários nos cenários pesquisados, levando a melhor contra Alckmin (53 a 29), Marina (51 a 29) e Bolsonaro (52 a 32).

Sem o ex-presidente, Marina venceria Bolsonaro (45 a 34) e Alckmin (41 a 33), enquanto Bolsonaro venceria apenas Haddad (38 a 29). Alckmin, por sua vez, venceria Ciro (37 a 31), Bolsonaro (38 a 33) e Haddad (43 a 20).

O Datafolha ouviu 8.433 eleitores, entre os dias 20 e 21 de agosto, em 313 municípios do país. O levantamento é o primeiro do instituto após os registros das candidaturas ao Palácio do Planalto.

Por Pedro Fonseca, no Rio de Janeiro

0 : 0
  • narrow-browser-and-phone
  • medium-browser-and-portrait-tablet
  • landscape-tablet
  • medium-wide-browser
  • wide-browser-and-larger
  • medium-browser-and-landscape-tablet
  • medium-wide-browser-and-larger
  • above-phone
  • portrait-tablet-and-above
  • above-portrait-tablet
  • landscape-tablet-and-above
  • landscape-tablet-and-medium-wide-browser
  • portrait-tablet-and-below
  • landscape-tablet-and-below