August 30, 2018 / 3:17 PM / 2 months ago

WIDER IMAGE-Portugal atrai investidores que fogem de seca e incêndios nos EUA e norte europeu

(Veja ensaio fotográfico em reut.rs/2LE8mtb)

Reservatório de Alqueva, em Portugal, o maior lago artificial da União Europeia 08/08/2018 REUTERS/Rafael Marchante

Por Andrei Khalip

ALQUEVA, Portugal (Reuters) - Enquanto incêndios florestais voltavam a consumir a Califórnia neste verão, Jose Dariush Leal da Costa, nativo do Estado norte-americano com raízes portuguesas, colhia suas primeiras amêndoas em um oásis ensolarado e úmido no sul de Portugal.

Maior lago artificial da União Europeia com seus 250 quilômetros quadrados, o Alqueva irriga uma área do tamanho de Los Angeles, atraindo investidores estrangeiros em um momento no qual a mudança climática está provocando secas em locais como a Califórnia e o norte da Europa.

Plantadores de frutas europeus, fabricantes de azeite espanhóis, produtores de amêndoas e bagas da Califórnia e do Chile e muitos outros estão chegando para competir com agricultores locais nestas terras irrigadas, cujos preços aumentaram 50 por cento nos últimos cinco anos.

O projeto de irrigação de 5,8 bilhões de dólares no Rio Guadiana, iniciado duas décadas atrás para recuperar uma região ameaçada de desertificação, só agora está alcançando a capacidade concebida originalmente, e há planos para ampliá-lo.

Também fez crescerem a renda e os empregos na região mais desamparada do país mais pobre do oeste europeu.

“Temos água suficiente, a ponto de estarmos há cinco anos com seca e despreocupados com a água”, disse Leal da Costa, observando que a escassez de água sempre foi uma preocupação na Califórnia, o maior produtor mundial de amêndoas, onde as fazendas disputam recursos hídricos com cidades e indústrias.

NOVA CALIFÓRNIA?

Durante uma viagem aos Estados Unidos em junho, o primeiro-ministro português, António Costa, convidou investidores da Califórnia, que tem um clima semelhante ao de Portugal, a se estabelecerem nos arredores de Alqueva, procurando capitalizar os temores do aquecimento global.

“Foi muito eficiente. Na Califórnia a terra é muito cara e a água é muito escassa. Se você tem terra por preço bom e água sustentável e por preço bom, estes são os incentivos de que as pessoas precisam”, disse Rusty Areias, ex-vereador da Califórnia e hoje investidor que se encontrou com Costa durante sua visita.

Areias visitou Alqueva e está conversando com o governo sobre direitos sobre o uso da água para um investimento norte-americano em potencial, inclusive o seu, e ao mesmo tempo incentivando agricultores do ressecado condado californiano de Fresno a diversificar seus negócios em Portugal, que é “descongestionado e muito parecido com a Califórnia nos anos 1950”.

0 : 0
  • narrow-browser-and-phone
  • medium-browser-and-portrait-tablet
  • landscape-tablet
  • medium-wide-browser
  • wide-browser-and-larger
  • medium-browser-and-landscape-tablet
  • medium-wide-browser-and-larger
  • above-phone
  • portrait-tablet-and-above
  • above-portrait-tablet
  • landscape-tablet-and-above
  • landscape-tablet-and-medium-wide-browser
  • portrait-tablet-and-below
  • landscape-tablet-and-below