September 11, 2018 / 1:40 PM / 3 months ago

Bolsonaro registra melhora intestinal e tem sonda retirada, diz hospital

Bolsonaro, em entrevist no Congresso 4/9/2018 REUTERS/Adriano Machado

(Reuters) - O candidato do PSL à Presidência, Jair Bolsonaro, está com condições clínicas estáveis e teve uma sonda nasogástrica retirada na manhã desta terça-feira em decorrência de melhora intestinal, informou o hospital Albert Einstein em boletim médico.

Segundo o hospital, onde Bolsonaro está internado após ter sido esfaqueado durante ato de campanha em Minas Gerais na semana passada, o deputado permanece sob cuidados de terapia intensiva, mas está sem sinais de infecção. Será reiniciada alimentação oral, que será feita concomitante à alimentação parental, acrescentou o boletim.

Líder das pesquisas na corrida presidencial, Bolsonaro sofreu lesões nos intestinos grosso e delgado e em uma veia abdominal em decorrência de um golpe de faca sofrido durante ato de campanha em Juiz de Fora (MG), na quinta-feira. No mesmo dia, ele passou por delicada cirurgia de emergência, e foi transferido para São Paulo na manhã de sexta-feira.

“Passados cinco dias da internação do candidato à Presidência da República, Jair Bolsonaro, no Hospital Israelita Albert Einstein, suas condições clínicas estão estáveis. O paciente permanece em cuidados de Terapia Intensiva, afebril e sem sinais de infecção”, disse o boletim.

Pouco antes da divulgação do boletim, um dos filhos do presidenciável, o deputado estadual Flavio Bolsonaro (PSL-RJ), tuitou que o pai passou da unidade de terapia intensiva para a semi-intensiva e fez sua primeira refeição desde o atentado, um pedaço de pão e suco.

Após o boletim médico apontando melhora do quadro de Bolsonaro, uma publicação na sua conta oficial no Twitter abordou uma das principais bandeiras de campanha do deputado, a segurança pública.

“A segurança é nossa prioridade! É urgente! As pessoas precisam de emprego, querem educação, mas de nada adianta se continuarem sendo vítimas de latrocínio a caminho de seus trabalhos; de nada adianta se o tráfico de drogas permanecer na porta das escolas”, disse.

Segundo pesquisa Datafolha divulgada na véspera, Bolsonaro lidera a corrida presidencial com 24 por cento das intenções de voto, enquanto outros quatro presidenciáveis embolam a disputa pelo segundo lugar: Ciro Gomes (PDT) com 13 por cento, Marina Silva (Rede) com 11 por cento, Geraldo Alckmin (PSDB) com 10 por cento e Fernando Haddad (PT) —que deve ser confirmado substituto do ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva nesta terça— com 9 por cento.

Por Pedro Fonseca, no Rio de Janeiro

0 : 0
  • narrow-browser-and-phone
  • medium-browser-and-portrait-tablet
  • landscape-tablet
  • medium-wide-browser
  • wide-browser-and-larger
  • medium-browser-and-landscape-tablet
  • medium-wide-browser-and-larger
  • above-phone
  • portrait-tablet-and-above
  • above-portrait-tablet
  • landscape-tablet-and-above
  • landscape-tablet-and-medium-wide-browser
  • portrait-tablet-and-below
  • landscape-tablet-and-below