September 15, 2018 / 5:14 PM / 2 months ago

Florence castiga Carolina do Norte e do Sul com inundações e deixa ao menos 6 mortos

WILSON, Estados Unidos (Reuters) - A tempestade tropical Florence adentrou o território norte-americano neste sábado, provocando transbordamento de rios, derrubando árvores e interrompendo o fornecimento de energia para quase 1 milhão de lares e negócios nos Estados da Carolina do Norte e do Sul, matando ao menos seis pessoas.  

A tempestade perdeu a força de furacão assim que tocou o solo, mas as previsões apontam que o progresso do fenômeno de 560 quilômetros de amplitude pode deixar a maior parte da região debaixo d’água nos próximos dias. 

O Centro Nacional de Furacões dos EUA (NHC) alertou que a chuva chegaria a algo entre 76 e 102 centímetros na costa sudeste da Carolina do Norte e em parte da costa nordeste da Carolina do Sul, e a até 25 cm no sudoeste da Virgínia. 

“Essa tempestade é implacável e penosa”, disse o governador da Carolina do Norte, Roy Cooper, à CNN na noite de sexta-feira. “Provavelmente não há um condado ou pessoa que não será afetada de alguma maneira por essa gigantesca e violenta tempestade”. 

Por volta das 14h (horário local), o centro de furacões informou que Florence tinha ventos de até 75 km/h e continuava produzindo inundações catastróficas nas Carolinas do Sul e do Norte. Também disse que a tempestade estava a 55 quilômetros a oeste de Myrtle Beach, na Carolina do Sul, e os serviços de previsão antecipavam um lento movimento para o oeste. 

“O enfraquecimento gradual é previsto enquanto o Florence adentra o continente durante os próximos dois dias, e deve se enfraquecer até uma depressão tropical” até a noite de sábado, disse o centro em um boletim.

Cooper disse que cinco mortes foram confirmadas na Carolina do Norte devido à tempestade, e que “várias outras estão sob investigação”. Ele pediu que as pessoas atendam às ordens de retirada.

Autoridades da Carolina do Sul também registraram a primeira morte provocada pela tempestade no Estado, uma mulher que morreu em um acidente rodoviário na noite de sexta-feira depois que seu carro foi atingido pela queda de uma árvore.

10 MILHÕES AFETADOS

O Florence era um furacão de categoria 3 na escala Saffir Simpson, que tem cinco graus, e apresentava ventos de 193 km/h na quinta-feira. Ele foi rebaixado para um furacão de categoria 1 antes de adentrar o continente perto de Wrightsville Beach, perto de Wilmington, na Carolina do Norte. O centro de furacões reclassificou Florence como uma tempestade tropical ao longo da sexta-feira.

Cerca de 10 milhões de pessoas poderiam ser afetadas pela tempestade. 

Uma mãe e um bebê morreram quando uma árvore caiu sobre sua casa em Wilmington, na Carolina do Norte. O pai da criança, ferido, foi levado a um hospital. No condado de Pender, uma mulher morreu depois de um ataque cardíaco; os paramédicos que tentavam alcançá-la foram impedidos pelos destroços. 

Duas pessoas morreram no condado de Lenoir. Um homem de 78 anos foi eletrocutado quando tentava conectar fios de extensão, enquanto outro homem foi derrubado por fortes ventos enquanto checava seus cães de caça, informou um porta-voz do condado. 

Em New Bern, no encontro dos rios Neuse e Trent na Carolina do Norte, a chegada da tempestade abalou a cidade de 30 mil habitantes.

Autoridades em New Bern disseram que mais de 100 pessoas foram resgatadas em inundações, e que o centro da cidade estava submerso já na tarde de sexta-feira. Um porta-voz da cidade disse que entre 60 e 75 pessoas aguardavam resgate na manhã de sábado. 

O prefeito de New Bern disse à rede CNN que 4200 casas ficaram danificadas na cidade. 

O morador Jay Manning disse que ele e sua esposa assistiram em choque enquanto a água enchia as ruas.

“Colocamos todos os móveis para cima caso a água entre, mas a água parece que vai ficar ali na beira da rampa de entrada”, disse, acrescentando que se o vento aumentar e a chuva continuar caindo, isso poderia mudar. “Minha esposa está em pânico agora”. 

Autoridades na Carolina do Norte disseram que 814 mil consumidores estavam sem energia elétrica. O número para a Carolina do Sul era de 170 mil consumidores. 

Mais de 22 mil pessoas na Carolina do Norte foram colocadas em 150 abrigos pelo Estado, incluindo escolas, igrejas e a arena de basquete da Universidade Wake Forest. Na Carolina do Sul havia 7 mil pessoas em abrigos, de acordo com os serviços de emergência do estado. 

A Casa Branca disse no sábado que o presidente Donald Trump havia aprovado a disponibilização de verbas federais para ajudar alguns condados. Trump, que falou com autoridades locais e estatais na sexta-feira, planeja visitar a região na semana que vem. 

É esperado que Florence se dirija para o oeste e depois para o norte, se deslocando pelas Carolinas do Sul e do Norte e para o vale do Ohio até segunda-feira, afirmou o centro de furacões) 

Reportagem adicional de Gene Cherry, em Raleigh; Scott DiSavino e Gina Cherelus, em Nova York; Makini Brice, em Washington; Andy Sullivan, em Columbia, Carolina do Sul; Brendan O'Brien, em Milwaukee; e Jason Lange, em Washington 

0 : 0
  • narrow-browser-and-phone
  • medium-browser-and-portrait-tablet
  • landscape-tablet
  • medium-wide-browser
  • wide-browser-and-larger
  • medium-browser-and-landscape-tablet
  • medium-wide-browser-and-larger
  • above-phone
  • portrait-tablet-and-above
  • above-portrait-tablet
  • landscape-tablet-and-above
  • landscape-tablet-and-medium-wide-browser
  • portrait-tablet-and-below
  • landscape-tablet-and-below