September 21, 2018 / 9:32 PM / 3 months ago

Ibovespa sobe e tem melhor desempenho semanal do ano com alívio externo e foco nas eleições

SÃO PAULO (Reuters) - O Ibovespa encerrou a sexta-feira em alta e registrou o maior ganho semanal do ano, refletindo a melhora do ambiente externo com o alívio das preocupações sobre o embate comercial EUA-China, enquanto agentes do mercado continuam especulando sobre o desfecho da corrida eleitoral brasileira.

Painel eletrônico na Bovespa, em São Paulo 09/05/2016 REUTERS/Paulo Whitaker/File photo

O principal índice de ações da B3 avançou 1,7 por cento, a 79.444,29 pontos, maior patamar de fechamento desde 7 de agosto. Na máxima do dia, o indicador alcançou 80.001,60 pontos. O volume financeiro alcançou 13 bilhões de reais.

Após duas semanas de perdas, o Ibovespa acumulou alta de 5,32 por cento na semana, melhor resultado do ano, superando levemente o ganho de 5,31 por cento apurado na semana encerrada em 26 de janeiro.

Em Wall Street, o S&P 500 e o Dow Jones chegaram a renovar máximas históricas, apoiados pela alta de ações de energia com o avanço do petróleo, em sessão marcada por ajustes em índices setoriais e vencimentos de opções e futuros de índices e ações. No final da sessão, o S&P 500 caiu 0,04 por cento.

Em nota, a equipe da consultoria de investimentos Lopes Filhos atribuiu o viés mais positivo nos mercados acionários globais a uma menor preocupação com os conflitos comerciais entre China e Estados Unidos.

Nesta sexta-feira, uma autoridade de alto nível da Casa Branca afirmou à Reuters que está otimista sobre o caminho à frente com a China no comércio, embora o governo de Donald Trump não tenha uma previsão de data para anunciar o retorno à mesa de negociação.

O analista Vitor Suzaki, da Lerosa Investimentos, também chamou a atenção para a entrada líquida de capital externo no segmento Bovespa nos últimos dias, avaliando como mais um fator para a melhora do desempenho nesta semana.

Dados da B3 até o dia 19 de setembro mostram saldo líquido de estrangeiros de 335,4 milhões de reais em setembro, sendo que apenas nos quatro pregões até a última quarta-feira houve entrada líquida de mais de 1 bilhão de reais.

Outro fator que repercutiu favoravelmente na bolsa paulista foi a pesquisa XP/Ipespe, particularmente as simulações de segundo turno, com melhora de Jair Bolsonaro, do PSL, disse o chefe da área de renda variável da corretora de um banco em São Paulo.

O levantamento mostrou nesta sexta-feira que o candidato do PSL à Presidência manteve a liderança nas intenções de votos para o primeiro turno, enquanto Fernando Haddad (PT) assumiu a segunda posição de forma isolada.

Em simulações de segundo turno entre os dois candidatos, Bolsonaro apareceu com 41 por cento, ante 40 por cento na pesquisa anterior, e o petista manteve os 38 por cento.

“A pesquisa XP ratificou polarização entre Jair Bolsonaro e Fernando Haddad, com o capitão da reserva à frente do petista no segundo turno, dentro da margem de erro”, disse o analista Régis Chinchila, da Terra Investimentos, acrescentando que o mercado seguirá atento às sondagens eleitorais.

DESTAQUES

- VALE subiu 2,85 por cento e fechou na máxima da sessão, a 61,01 reais, maior nível histórico para o papel, acompanhando a alta das commodities metálicas. Siderúrgicas chinesas e traders estão correndo para assegurar contratos de longo prazo para minério de ferro de alta qualidade da Vale antes de cortes de produção no inverno. No ano, as ações da Vale acumulam alta de quase 58 por cento.

- USIMINAS PNA avançou 5,34 por cento, em pregão favorável para o setor siderúrgico como um todo, conforme perspectivas de reajustes de preços estimulam compras do papel.

- ITAÚ UNIBANCO PN ganhou 1,69 por cento, com o setor de bancos como um todo no azul. BRADESCO PN subiu 1,6 por cento, BANCO DO BRASIL valorizou-se 3,66 por cento e SANTANDER BRASIL UNIT subiu 3,67 por cento.

- PETROBRAS PN avançou 1,36 por cento, em dia de alta do petróleo no exterior e ainda influenciada por expectativas relacionadas ao cenário eleitoral no Brasil dado o seu controle estatal.

- MAGAZINE LUIZA subiu 4,65 por cento, seguindo um movimento de recuperação em papéis de varejo. Ainda no setor, LOJAS RENNER e LOJAS AMERICANAS PN fecharam com altas de 4,87 e 5,78 por cento, respectivamente, entre os destaques positivos do Ibovespa.

- SABESP subiu 3,41 por cento, após divulgar acordo com a prefeitura de Guarulhos para prestação de serviços de abastecimento de água e esgoto no município. O pacto prevê investimento de 1,7 bilhão de reais por parte da Sabesp nos sistemas do município e também isenta Guarulhos de pagar uma dívida de 3,2 bilhões de reais com a empresa.

- ULTRAPAR recuou 2,83 por cento, tendo tocado 36,62 reais no pior momento, menor cotação intradia desde novembro de 2012. No mês, o papel acumula baixa de mais de 10 por cento.

- SUZANO PAPEL E CELULOSE caiu 1,73 por cento, tendo como pano de fundo o declínio do dólar ante o real.

Por Gabriela Mello e Paula Arend Laier

0 : 0
  • narrow-browser-and-phone
  • medium-browser-and-portrait-tablet
  • landscape-tablet
  • medium-wide-browser
  • wide-browser-and-larger
  • medium-browser-and-landscape-tablet
  • medium-wide-browser-and-larger
  • above-phone
  • portrait-tablet-and-above
  • above-portrait-tablet
  • landscape-tablet-and-above
  • landscape-tablet-and-medium-wide-browser
  • portrait-tablet-and-below
  • landscape-tablet-and-below