September 29, 2018 / 2:58 PM / 2 months ago

Trump inicia comícios pelos EUA em meio a caos envolvendo indicado para Suprema Corte

WASHINGTON (Reuters) - O presidente norte-americano, Donald Trump, inicia neste sábado uma semana de comícios em cinco locais amistosos em todo o país, buscando apoio antes das eleições para o Congresso, embora o destino de sua escolha para ocupar vaga na Suprema Corte siga incerto.

Republicamos correm o risco de perder o controle do Congresso nas eleições de 6 de novembro, o que poderia dificultar as metas de reprimir imigração, cortar impostos, aprovar novos acordos bilaterais e investir em infraestrutura.

Alegações de má conduta sexual contra o indicado de Trump para uma vaga na Suprema Corte, Brett Kavanaugh, complicaram o processo de confirmação, decepcionando eleitores conservadores e democratas e favorecendo os democratas. Kavanaugh nega as acusações.

Trump viaja primeiro neste sábado para Wheeling, na Virgínia Ocidental, onde republicados tentam derrubar o senador democrata, Joe Manchin, um dos poucos vistos como voto-chave que determinará a indicação de Kavanaugh.

O presidente dos EUA então fará comícios noturnos na cidade de Johnson, no Tennessee, na segunda-feira. Ele depois partirá para Southaven, no Mississippi, na terça-feira, Rochester, no Minnesota, na quinta-feira e Topeka, no Kansas, no próximo sábado.

A campanha de Trump informou que os comícios visam incentivar voluntários e apoiadores, conforme os republicamos tentam proteger e expandir a maioria no Senado e na Câmara dos Representantes.

“O controle do Congresso é tão fundamental para sua agenda que o presidente viajará para o maior número possível de Estados, conforme nos aproximamos da movimentada temporada de campanha”, afirmou o porta-voz de Trump, recusando-se a ser identificado.

Um terço do Senado e todos os assentos na Câmara dos Representantes estão em jogo. O poder pode mudar de mãos, se os democratas ganharem dois assentos no Senado e 23 na Câmara.

A visita deste sábado será a segunda de Trump nas últimas semanas para Virgínia Ocidental —Estado em que ele venceu por mais de 40 pontos percentuais na eleição presidencial de 2016— para fazer campanha pelo candidato republicado ao Senado, Patrick Morrisey, que está atrás de Manchin nas pesquisas.

“Não é um bom sinal para Morrisey o presidente ter que vir para tentar dar um impulso a ele nas pesquisas”, afirmou Simon Haeder, cientista político da Universidade da Virgínia Ocidental.

Os próximos dois comícios de Trump também serão em Estados em que ele venceu nas eleições de 2016: Tennessee, onde ele ganhou com uma vantagem de mais de 20 pontos percentuais, e Mississippi, onde ele venceu por 18 pontos percentuais.

Por Roberta Rampton

0 : 0
  • narrow-browser-and-phone
  • medium-browser-and-portrait-tablet
  • landscape-tablet
  • medium-wide-browser
  • wide-browser-and-larger
  • medium-browser-and-landscape-tablet
  • medium-wide-browser-and-larger
  • above-phone
  • portrait-tablet-and-above
  • above-portrait-tablet
  • landscape-tablet-and-above
  • landscape-tablet-and-medium-wide-browser
  • portrait-tablet-and-below
  • landscape-tablet-and-below