October 8, 2018 / 12:58 AM / 10 days ago

Haddad diz que buscará unir democratas no 2º turno porque há muito em risco na eleição

SÃO PAULO (Reuters) - O candidato do PT à Presidência, Fernando Haddad, disse neste domingo que buscará unir os democratas do Brasil na campanha do segundo turno da eleição presidencial, porque há muito em jogo nessa disputa, até mesmo o pacto da Constituição de 1988.

Fernando Haddad, candidato do Partido dos Trabalhadores (PT), comemora 2º turno com apoiadores em São Paulo 07/10/2018 REUTERS/Paulo Whitaker

Haddad, que disputará o segundo turno da eleição presidencial contra o vencedor da primeira rodada neste domingo, Jair Bolsonaro (PLS), disse que sempre esteve do lado da legalidade e da democracia.

Numa clara alusão a Bolsonaro, que defende uma maior flexibilização no porte de armas, Haddad disse que defenderá o Brasil e seu povo com a força do argumento e não com armas.

Reportagem de Lisandra Paraguassu; Texto de Alexandre Caverni; Edição de Maria Pia Palermo

0 : 0
  • narrow-browser-and-phone
  • medium-browser-and-portrait-tablet
  • landscape-tablet
  • medium-wide-browser
  • wide-browser-and-larger
  • medium-browser-and-landscape-tablet
  • medium-wide-browser-and-larger
  • above-phone
  • portrait-tablet-and-above
  • above-portrait-tablet
  • landscape-tablet-and-above
  • landscape-tablet-and-medium-wide-browser
  • portrait-tablet-and-below
  • landscape-tablet-and-below