October 10, 2018 / 7:33 PM / 2 months ago

Negociador da UE diz que acordo do Brexit pode estar "ao alcance" na próxima semana

BRUXELAS (Reuters) - O negociador da União Europeia para o Brexit, Michel Barnier, disse nesta quarta-feira que um acordo com o Reino Unido pode estar “ao alcance” na próxima semana, pedindo um avanço decisivo nas conversas a tempo para uma cúpula dos 28 líderes da UE.

Negociador-chefe da União Europeia para o Brexit, Michel Barnier 26/07/2018 REUTERS/Yves Herman

Negociadores de ambos os lados estão conversando nesta semana para superar as diferenças sobre o maior obstáculo a um acordo – como manter a fronteira britânica com a República da Irlanda livre de postos de controle depois que o Reino Unido deixar o bloco em março.

Barnier disse a pequenos empresários que as conversas “continuam intensivamente nesta semana, dia e noite, com a meta... de ter um acordo ao alcance, se finalizarmos estas negociações, em 17 de outubro”.

Os líderes dos 27 países que permanecem na UE se reunirão em Bruxelas nesta ocasião, um dia antes de a primeira-ministra britânica, Theresa May, ir à reunião.

Barnier reiterou que até 85 por cento de um pacto de retirada já foi acertado, fortalecendo a libra esterlina nos mercados financeiros. Como policiar o pacto e combinar regras para produtos como queijo camembert e presunto de Parma, que são protegidos de imitações de fora dentro da UE, precisam ser mais lapidados, acrescentou.

Ele também enfatizou a insistência da UE para que o Reino Unido aceite possíveis verificações de bens circulando entre o continente e a província da Irlanda do Norte, dizendo que o Brexit tornará necessária uma alfândega, impostos sobre valor agregado e o cumprimento de verificações seguindo padrões do bloco.

Os dois lados querem evitar a volta dos postos de verificação na fronteira irlandesa, já que isso atrapalharia o comércio e criaria o risco de ressuscitar a violência na província duas décadas depois de um acordo de paz.

Barnier disse que formulários aduaneiros poderiam ser preenchidos previamente pela internet e que as “únicas verificações sistemáticas visíveis” envolveriam escanear códigos de barra em caminhões ou contêineres em balsas ou portos.

Mas um pequeno partido da Irlanda do Norte que apoia o governo de minoria de May no Parlamento se opõe veementemente a qualquer verificação entre a província e o restante do Reino Unido.

Barnier disse entender que o tema é politicamente difícil, mas que é consequência de os britânicos terem votado pela desfiliação da UE.

Os 27 líderes do bloco que se reunirão na próxima quarta-feira em Bruxelas querem poder anunciar um “progresso decisivo” no pacto do Brexit para combinar outra cúpula em novembro, esta para finalizar o trabalho em uma declaração dos laços estreitos do bloco com Londres que também seria parte do pacote do Brexit.

Reportagem adicional de Alissa de Carbonnel e Daphne Psaledakis

0 : 0
  • narrow-browser-and-phone
  • medium-browser-and-portrait-tablet
  • landscape-tablet
  • medium-wide-browser
  • wide-browser-and-larger
  • medium-browser-and-landscape-tablet
  • medium-wide-browser-and-larger
  • above-phone
  • portrait-tablet-and-above
  • above-portrait-tablet
  • landscape-tablet-and-above
  • landscape-tablet-and-medium-wide-browser
  • portrait-tablet-and-below
  • landscape-tablet-and-below