November 26, 2018 / 8:19 PM / 16 days ago

Parlamentares ucranianos aprovam introdução de lei marcial

Presidente da Ucrânia, Petro Poroshenko, durante sessão do Parlamento do país 26/11/2018 REUTERS/Valentyn Ogirenko

KIEV (Reuters) - Parlamentares ucranianos votaram nesta segunda-feira para apoiar uma proposta do presidente Petro Poroshenko de introduzir a lei marcial durante um período de 30 dias em áreas do país mais vulneráveis a um ataque da Rússia.

Eles também votaram para confirmar que a Ucrânia realizará eleições presidenciais em 31 de março.

A votação ocorre após a apreensão de três embarcações ucranianas pela Rússia durante o fim de semana, uma crise que ameaça jogar os dois países em um conflito aberto.

Separadamente, o Fundo Monetário Internacional (FMI) disse que introduzir a lei marcial não teria nenhum impacto sobre a cooperação do FMI com a Ucrânia.

Por Natalia Zinets e Matthias Williams

0 : 0
  • narrow-browser-and-phone
  • medium-browser-and-portrait-tablet
  • landscape-tablet
  • medium-wide-browser
  • wide-browser-and-larger
  • medium-browser-and-landscape-tablet
  • medium-wide-browser-and-larger
  • above-phone
  • portrait-tablet-and-above
  • above-portrait-tablet
  • landscape-tablet-and-above
  • landscape-tablet-and-medium-wide-browser
  • portrait-tablet-and-below
  • landscape-tablet-and-below