June 1, 2019 / 6:26 PM / 6 months ago

JP Morgan revisa previsões de 2019 sobre os rendimentos dos EUA devido a tensões comerciais

NOVA YORK (Reuters) - Analistas do JP Morgan diminuíram suas expectativas sobre os rendimentos do Tesouro dos Estados Unidos em 2019, já que os riscos crescentes para a economia das tensões comerciais podem fazer com que o Federal Reserve reduza as taxas de juros duas vezes no segundo semestre do ano.

Eles revisaram para baixo suas metas de fim de ano em títulos do Tesouro de dois anos 1,40%, dos 2,25% anteriores, e no rendimento de 10 anos para 1,75% de 2,45%.

O economista do JP Morgan Michael Feroli disse na sexta-feira que espera que o banco central dos EUA abaixe as taxas de juros duas vezes no final deste ano, com um corte de 0,25 ponto percentual em setembro e outro de 0,25 ponto percentual em dezembro.

No início desta semana, investidores já retiravam recursos de ações e outros ativos de risco devido aos temores de uma guerra comercial prolongada entre a China e os Estados Unidos.

Na quinta-feira, o anúncio surpresa do presidente dos EUA, Donald Trump, de impor tarifas sobre o México a partir de 10 de junho fez estremecer os mercados financeiros, levando os investidores correr de investimentos em iene, bônus dos governos suíço e dos EUA.

Os rendimentos de dois anos nos EUA e os rendimentos de 10 anos caíram, na sexta, para 1,916% e 2,126%, respectivamente, menores níveis desde setembro de 2017.

A ação de Trump visa forçar o governo mexicano a impedir que imigrantes cruzem ilegalmente para os Estados Unidos em sua fronteira sul. Os analistas advertiram que as tarifas iniciais de 5% sobre as importações mexicanas, se entrarem em vigor, elevarão os custos para as empresas e consumidores dos EUA, criando problemas para a economia americana.

“Com este cenário, revisamos nossa projeção de juros mais baixa também, e não esperamos mais que os rendimentos subam mais para o final do ano. Em vez disso, acreditamos que os rendimentos caiam nos próximos meses”, escreveram os analistas do JP Morgan em pesquisa publicada no final da sexta-feira.

0 : 0
  • narrow-browser-and-phone
  • medium-browser-and-portrait-tablet
  • landscape-tablet
  • medium-wide-browser
  • wide-browser-and-larger
  • medium-browser-and-landscape-tablet
  • medium-wide-browser-and-larger
  • above-phone
  • portrait-tablet-and-above
  • above-portrait-tablet
  • landscape-tablet-and-above
  • landscape-tablet-and-medium-wide-browser
  • portrait-tablet-and-below
  • landscape-tablet-and-below