June 4, 2019 / 2:31 PM / in 5 months

Milhares protestam contra Trump em Londres, mas em menor número do que em 2018

Por Andrew MacAskill e Andrew R.C. Marshall

Protesto contra presidente dos EUA, Donald Trump, em Londres 04/06/2019 REUTERS/Alkis Konstantinidis

LONDRES (Reuters) - Milhares de pessoas protestaram no centro de Londres, nesta terça-feira, contra a visita de Estado repleta de pompa do presidente dos Estados Unidos, Donald Trump, ao Reino Unido, mas em número muito menor do que as dezenas de milhares que se reuniram para se opor à visita dele no ano passado.

Os manifestantes exibiram cartazes espirituosos e às vezes grosseiros durante o que os organizadores chamaram de “Carnaval da Resistência” na Trafalgar Square, enquanto a primeira-ministra britânica, Theresa May, conversava com o presidente em Downing Street, a pouca distância.

Havia um clima de festival no protesto, em que o líder do Partido Trabalhista, de oposição, Jeremy Corbyn, falaria mais tarde.

Entre os britânicos, Trump é um dos líderes estrangeiros mais conhecidos e menos queridos. Só 21% das pessoas entrevistadas pela empresa YouGov têm uma “opinião positiva” a seu respeito, e entre as mulheres esta cifra encolhe para 14%.

O tom do protesto foi dado por uma grande estátua que mostrou Trump em um banheiro dourado com as calças nos tornozelos, e os cartazes diziam: “Trump, fique longe! Somos bastante capazes de bagunçar nossa própria política”, “Não se supera o racismo” e “Tranquem-no na torre”.

“Trump é um ignorante de 70 anos que sempre viveu como um privilegiado”, disse Anna Fenton, gerente de marketing londrina de 23 anos cujo cartaz dizia “Eca, por onde eu começo?”

Anna disse que estava protestando para mostrar solidariedade às “pessoas que a linguagem e as políticas de Trump prejudicaram”, inclusive mulheres, lésbicas, gays, bissexuais e transgêneros.

A multidão de vários milhares de pessoas foi bem menor do que as dezenas de milhares que protestaram quando Trump visitou o país como presidente pela primeira vez, em julho de 2018.

Também havia pequenos grupos de apoiadores. Alguns homens com bonés vermelhos com o slogan “Faça a América Grande Novamente” caminhavam entre a multidão. Defensores de Trump disseram que os protestos contra ele são um insulto ao aliado mais poderoso do Reino Unido.

0 : 0
  • narrow-browser-and-phone
  • medium-browser-and-portrait-tablet
  • landscape-tablet
  • medium-wide-browser
  • wide-browser-and-larger
  • medium-browser-and-landscape-tablet
  • medium-wide-browser-and-larger
  • above-phone
  • portrait-tablet-and-above
  • above-portrait-tablet
  • landscape-tablet-and-above
  • landscape-tablet-and-medium-wide-browser
  • portrait-tablet-and-below
  • landscape-tablet-and-below