July 3, 2019 / 11:11 AM / 5 months ago

Messi critica arbitragem por não usar VAR em vitória do Brasil sobre Argentina

BELO HORIZONTE (Reuters) - Os argentinos Lionel Messi e Sergio Aguero criticaram a arbitragem após a derrota de 2 x 0 para o Brasil na semifinal da Copa América, na noite de terça-feira, e questionaram o fato de o árbitro de vídeo não ter sido consultado em dois lances que jogadores da Argentina reclamaram pênaltis.

Messi conversa com trio de arbitragem de jogo Brasil x Argentina, no Mineirão 02/07/2019 REUTERS/Pilar Olivares

O árbitro de vídeo (VAR) tem sido usado em abundância durante a competição realizada no Brasil, ao ponto de que os organizadores do torneio tiveram que defender o uso da tecnologia diante das reclamações de torcedores por conta dos longos atrasos provocados pelas verificações de lances.

O VAR tem tido impacto nos resultados, como por exemplo ao anular três gols do Uruguai na eliminação da equipe para o Peru nas quartas de final, assim como gols do Chile nas oitavas de final contra a Colômbia.

Na terça-feira, no entanto, o VAR foi notado por sua ausência, e Messi, que não é conhecido por fazer reclamações em público, ficou furioso pelo não uso da tecnologia pela arbitragem da partida no estádio do Mineirão.

“Os árbitros marcam tantas faltas estúpidas nessa Copa América, mas hoje o VAR não foi consultado nenhuma vez”, disse ele a repórteres.

“Isso deveria ser observado e espero que a Conmebol faça alguma coisa com esses árbitros que desequilibram a partida ao favorecerem uma equipe”, acrescentou.

“A verdade é que estamos chateados porque jogamos bem, fizemos um grande esforço, e tudo acabar dessa forma nos deixa tristes”.

Messi disse que o árbitro não mostrou respeito com a Argentina. “Eu falei com o árbitro e ele disse que nos respeitaria, que cuidaria de nós, mas em nenhum momento nós vimos isso”, afirmou.

No lance que deu início ao segundo gol do Brasil, Dani Alves aparentemente derrubou Aguero dentro da área brasileira, mas o juiz não marcou falta e a seleção lançou um contra-ataque que acabou resultando em gol de Roberto Firmino.

O lateral argentino Juan Foyth ficou tão incrédulo com a não marcação da falta que não correu atrás de Gabriel Jesus no momento em que o atacante brasileiro puxava o contra-ataque.

Mais tarde, o zagueiro Nicolás Otamendi foi para o chão após uma disputa com Arthur em uma cobrança de escanteio, mas os apelos da Argentina foram novamente ignorados pela arbitragem.

“Eles nos disseram que o VAR seria como um quinto árbitro, mas quando acontecem coisas assim eu preferiria que ele não existisse”, disse Aguero.

“Eu estava correndo dentro da área e Alves me parou com o pé, foi claro, tão claro que Foyth parou e esperou que fosse marcado”, acrescentou.

O Brasil agora espera o vencedor de Chile e Peru, que se enfrentam nesta quarta-feira, para conhecer o adversário que enfrentará na final de domingo, no Maracanã.

0 : 0
  • narrow-browser-and-phone
  • medium-browser-and-portrait-tablet
  • landscape-tablet
  • medium-wide-browser
  • wide-browser-and-larger
  • medium-browser-and-landscape-tablet
  • medium-wide-browser-and-larger
  • above-phone
  • portrait-tablet-and-above
  • above-portrait-tablet
  • landscape-tablet-and-above
  • landscape-tablet-and-medium-wide-browser
  • portrait-tablet-and-below
  • landscape-tablet-and-below