July 24, 2019 / 1:34 PM / 3 months ago

Tóquio está melhor preparada do que qualquer cidade a 1 ano dos Jogos, diz COI

TÓQUIO (Reuters) - Um ano antes de sediar a Olimpíada de 2020, Tóquio está melhor preparada do que qualquer outra cidade-sede dos Jogos, disse o presidente do Comitê Olímpico Internacional (COI), Thomas Bach, nesta quarta-feira.

Governadora de Tóquio, Yuriko Koike, presidente dos Jogos de 2020, Yoshiro Mori, presidente do COI, Thomas Bach, e premiê japonês, Shinzo Abe, em evento que marca contagem de 1 ano para Jogos Olímpicos 24/07/2019 REUTERS/Issei Kato

Presidente do Comitê Olímpico Internacional (COI), Bach foi à capital japonesa para participar de vários eventos de grande destaque que marcar a contagem regressiva de um ano para a cerimônia de abertura no Estádio Nacional quase finalizado. No total, só três locais de competição ainda precisam ser finalizados.

Cerca de 3,22 milhões de ingressos foram vendidos durante a primeira fase de vendas domésticas no mês passado, surpreendendo tanto os organizadores que a política de vendas teve que ser reformulada.

Mais de 200 mil pessoas no Japão e no exterior também se inscreveram como voluntárias nos Jogos, mais um indício da empolgação crescente no país.

“Realmente posso dizer que nunca vi uma cidade olímpica estar tão pronta com seus preparativos um ano antes dos Jogos quanto Tóquio está”, disse Bach a dirigentes esportivos e jornalistas reunidos para uma apresentação sobre o progresso de Tóquio.

As comemorações incluíram a exibição do desenho da medalha olímpica, a apresentação dos “embaixadores” do revezamento da tocha, um show de tocadores de shamisen, um instrumento de cordas japonês tradicional, e discursos, inclusive do primeiro-ministro, Shinzo Abe.

“Os últimos seis anos passaram muito rápido, e estou feliz de ouvir que os preparativos foram realizados tal como planejado”, disse Abe, lembrando a concessão dos Jogos a Tóquio em Buenos Aires em 2013.

Mas o quadro nem sempre foi esse. Tsunekazu Takeda renunciou à presidência do Comitê Olímpico Japonês no ano passado após alegações de suposta corrupção em relação à candidatura olímpica, e em 2015 os organizadores tiveram que descartar o logotipo original devido a acusações de plágio.

Cifras orçamentárias divulgadas em dezembro de 2018 apontaram custos totais de 12,6 bilhões de dólares, muito acima da estimativa original de pouco menos de 7 bilhões de dólares.

A batalha contra os custos crescentes pode ser compensada pela renda de patrocínios locais, que superou 3 bilhões de dólares — mais do que em qualquer outra Olimpíada.

Tóquio também precisa acelerar suas medidas contra o calor, como áreas cobertas, áreas de espera com ar-condicionado e banheiras de gelo para os atletas, além de sprays de água.

Embora o verão atual esteja suave e chuvoso até agora, uma onda de calor recorde em julho de 2018 matou mais de uma dúzia de pessoas em Tóquio, que teve uma temperatura mensal média de mais de 30 graus pela primeira vez desde 1998.

Por Antoni Slodkowski

0 : 0
  • narrow-browser-and-phone
  • medium-browser-and-portrait-tablet
  • landscape-tablet
  • medium-wide-browser
  • wide-browser-and-larger
  • medium-browser-and-landscape-tablet
  • medium-wide-browser-and-larger
  • above-phone
  • portrait-tablet-and-above
  • above-portrait-tablet
  • landscape-tablet-and-above
  • landscape-tablet-and-medium-wide-browser
  • portrait-tablet-and-below
  • landscape-tablet-and-below