February 26, 2020 / 1:10 PM / 5 months ago

Rivais democratas dizem que indicação de Sanders seria "catástrofe"

Pré-candidatos presidenciais democratas em palco de debate na Carolina do Sul 25/02/2020 REUTERS/Randall Hill

CHARLESTON, Estados Unidos (Reuters) - Os pré-candidatos presidenciais democratas dos Estados Unidos atacaram Bernie Sanders com força em um debate conturbado na Carolina do Norte na terça-feira, criticando sua pauta econômica ambiciosa e alertando que a indicação dele seria uma “catástrofe” que privaria os democratas da Casa Branca e do controle do Congresso.

Em um debate no qual os presidenciáveis tentaram gritar um mais alto que o outro e ignoraram seus limites de tempo, os oponentes de Sanders se uniram no ataque contra ele, afirmando que ele seria uma escolha arriscada para enfrentar o presidente republicano, Donald Trump, em novembro.

“Bernie perderá para Donald Trump, e Donald Trump e a Câmara e o Senado e alguns dos palácios de governo ficarão todos vermelhos”, disse o ex-prefeito de Nova York e bilionário Michael Bloomberg, referindo-se à cor do Partido Republicano e acrescentando que isso seria “uma catástrofe”.

Pete Buttigieg, ex-prefeito moderado de South Bend, em Indiana, criticou Sanders pelas estimativas dos custos de suas propostas, como um sistema de saúde estatizado, e alertou que o favorito da disputa provocaria um caos.

“Posso lhes dizer exatamente no que isso vai dar. Vai dar em mais quatro anos de Donald Trump”, afirmou Buttigieg. “Se vocês acham que os últimos quatro anos foram caóticos, polarizadores, tóxicos, exaustivos, imaginem passar a maior parte de 2020 com Bernie Sanders versus Donald Trump.”

Sanders, senador do Vermont, assumiu o comando da corrida democrata depois de sua vitória contundente em Nevada na semana passada, e o debate foi a última chance de seus rivais tentarem conter sua força antes da primária de sábado na Carolina do Sul e das 14 disputas vitais da Super Terça-Feira da semana que vem.

Cada vez mais visado, Sanders se manteve firme a maior parte do tempo. Ele defendeu a saúde como um direito humano e disse que sua pauta de economia e justiça social – inclusive o plano Medicare for All, que substituiria os planos de saúde particulares por um programa governamental – conta com o apoio do povo norte-americano.

“Se você quer derrotar Trump, o que você precisará é de um movimento popular inédito de negros e brancos e latinos, nativos americanos e asiáticos que estão se manifestando e lutando por justiça. É disso que trata nosso movimento”, disse Sanders.

0 : 0
  • narrow-browser-and-phone
  • medium-browser-and-portrait-tablet
  • landscape-tablet
  • medium-wide-browser
  • wide-browser-and-larger
  • medium-browser-and-landscape-tablet
  • medium-wide-browser-and-larger
  • above-phone
  • portrait-tablet-and-above
  • above-portrait-tablet
  • landscape-tablet-and-above
  • landscape-tablet-and-medium-wide-browser
  • portrait-tablet-and-below
  • landscape-tablet-and-below