April 11, 2020 / 4:54 PM / 4 months ago

Índia deve prolongar isolamento para combater o coronavírus, diz ministro

NOVA DÉLI/DHAKA (Reuters) - O ministro-chefe do Estado de Déli disse neste sábado que o primeiro-ministro indiano, Narendra Modi, decidiu estender a determinação de paralisação total para conter a propagação do coronavírus, mas o governo federal não confirmou a decisão.

O governo de Modi disse apenas que ainda estava considerando os pedidos dos Estados e que eles queriam uma extensão de duas semanas ao lockdown de 21 dias, que termina na terça-feira.

Modi realizou anteriormente uma teleconferência com vários ministros para decidir sobre as ações futuras.

O ministro-chefe de Déli, Arvind Kejriwal, que participou da reunião, disse que Modi decidiu prolongar o isolamento.

“O primeiro-ministro tomou (a) decisão correta de estender (o) isolamento. Hoje, a posição da Índia é melhor do que a de muitos países desenvolvidos porque começamos o isolamento mais cedo. Se ele for interrompido agora, todos os ganhos serão perdidos”, disse Kejriwal no Twitter, sem mencionar prazos.

Em uma declaração posterior, o governo federal disse que Modi enfatizou na reunião que as próximas semanas serão críticas para determinar o impacto das medidas tomadas até agora para conter o vírus.

O governo não disse quando tomaria uma decisão final sobre a possível extensão do lockdown.

O número de infecções por coronavírus na Índia subiu para 7.529 neste sábado, com a capital Nova Déli e o centro financeiro de Mumbai emergindo rapidamente como pontos críticos. Foram registradas 242 mortes.

0 : 0
  • narrow-browser-and-phone
  • medium-browser-and-portrait-tablet
  • landscape-tablet
  • medium-wide-browser
  • wide-browser-and-larger
  • medium-browser-and-landscape-tablet
  • medium-wide-browser-and-larger
  • above-phone
  • portrait-tablet-and-above
  • above-portrait-tablet
  • landscape-tablet-and-above
  • landscape-tablet-and-medium-wide-browser
  • portrait-tablet-and-below
  • landscape-tablet-and-below