April 22, 2020 / 2:14 PM / 4 months ago

EUA identificam mortes na Califórnia no início de fevereiro como primeiras por coronavírus

(Reuters) - Autoridades de saúde do condado de Santa Clara, na Califórnia, identificaram duas pessoas que morreram do novo coronavírus entre o início e meados de fevereiro, o que as torna as primeiras vítimas norte-americanas do surto de que se tem conhecimento.

21/04/2020 REUTERS/Brian Snyder

Anteriormente, acreditava-se que a primeira morte de Covid-19, a doença respiratória causada pelo vírus, nos Estados Unidos havia sido de um homem de cerca de 50 anos que faleceu no Estado de Washington no dia 29 de fevereiro.

“O médico legista realizou autópsias em dois indivíduos que morreram em casa nos dias 9 de fevereiro de 2020 e 17 de fevereiro de 2020”, disse o Departamento de Saúde Pública do condado de Santa Clara em um comunicado.

“Hoje, o médico legista recebeu informações do CDC (Centro para Controle e Prevenção de Doenças dos EUA) de que amostras de tecido de ambos os casos são positivas para SARS-CoV-2 (o vírus que causa a Covid-19)”, acrescentou o comunicado.

Na terça-feira, os médicos legistas do condado também confirmaram que outra morte ocorrida ali no início de março foi causada pela Covid-19.

As vítimas morreram em casa durante um período em que poucos exames estavam disponíveis através do CDC, de acordo com o comunicado, que acrescentou que mortes adicionais do surto devem ser identificadas.

Os parâmetros de exames estabelecidos à época pelo CDC restringiam os testes a indivíduos com um histórico de viagens conhecido e que procuraram assistência médica para sintomas específicos.

A notícia sobre as mortes na Califórnia pode melhorar o entendimento das autoridades de saúde pública sobre como o surto se instaurou no país.

As mortes de coronavírus nos EUA ultrapassaram 45 mil na terça-feira, dobrando em pouco mais de uma semana e crescendo em um número quase recorde em um único dia, de acordo com uma contagem da Reuters.

Os EUA têm de longe a maior quantidade de casos confirmados do mundo, atualmente mais de 810 mil — quase quatro vezes mais do que a Espanha, o país com a segunda maior cifra. Globalmente, os casos superaram 2,5 milhões ainda na terça-feira.

Acredita-se que o novo coronavírus surgiu em um mercado na cidade chinesa central de Wuhan no final do ano passado. Ele se espalhou pelo mundo e já matou quase 177 mil pessoas, mostram cálculos da Reuters.

Por Kanishka Singh em Bengaluru

0 : 0
  • narrow-browser-and-phone
  • medium-browser-and-portrait-tablet
  • landscape-tablet
  • medium-wide-browser
  • wide-browser-and-larger
  • medium-browser-and-landscape-tablet
  • medium-wide-browser-and-larger
  • above-phone
  • portrait-tablet-and-above
  • above-portrait-tablet
  • landscape-tablet-and-above
  • landscape-tablet-and-medium-wide-browser
  • portrait-tablet-and-below
  • landscape-tablet-and-below