for-phone-onlyfor-tablet-portrait-upfor-tablet-landscape-upfor-desktop-upfor-wide-desktop-up
Nacional

MP de São Paulo denuncia Alckmin por corrupção e lavagem de dinheiro

Ex-governador Geraldo Alckmin em evento em São Paulo 6/9/2018 REUTERS/Paulo Whitaker

SÃO PAULO (Reuters) - O Ministério Público do Estado de São Paulo denunciou nesta quinta-feira o ex-governador do Estado Geraldo Alckmin (PSDB) por falsidade ideológica eleitoral, corrupção passiva e lavagem de dinheiro, informou o órgão.

A denúncia é um desdobramento do indiciamento que a Polícia Federal fez contra Alckmin há uma semana, por suposto recebimento de recursos não contabilizados em campanhas eleitorais.

Caberá agora à Justiça decidir se aceita a denúncia feita pelo MP e torna Alckmin réu.

O tucano governou São Paulo por quatro mandatos, o último deles encerrado em 2018, quando renunciou ao cargo para disputar a Presidência naquele ano, sem conseguir chegar ao segundo turno. Ele também disputou o Planalto na eleição de 2006, sendo derrotado no segundo turno pelo então presidente Luiz Inácio Lula da Silva, que se reelegeu na ocasião.

A Reuters procurou a defesa de Alckmin, mas não obteve resposta de imediato.

Quando do indiciamento pela PF na semana passada, o ex-governador negou irregularidades em entrevista à CNN Brasil e disse ter a “consciência absolutamente tranquila”.

for-phone-onlyfor-tablet-portrait-upfor-tablet-landscape-upfor-desktop-upfor-wide-desktop-up