for-phone-onlyfor-tablet-portrait-upfor-tablet-landscape-upfor-desktop-upfor-wide-desktop-up

Trump é retirado de entrevista na Casa Branca após incidente com tiros no lado de fora

Presidente dos EUA, Donald Trump, é retirado de entrevista na Casa Branca por agente do Serviço Secreto 10/08/2020 REUTERS/Kevin Lamarque

WASHINGTON (Reuters) - O presidente dos Estados Unidos, Donald Trump, foi abruptamente escoltado para fora da sala de entrevistas coletivas da Casa Branca, nesta segunda-feira, pouco depois de ocorrer um incidente com tiros próximo às grades que cercam o perímetro do complexo presidencial.

Trump voltou à sala de imprensa após alguns minutos e disse que uma pessoa havia sido baleada por forças policiais e levada ao hospital. O presidente norte-americano disse que entendeu que o suspeito estaria armado.

“Foi um tiroteio do lado de fora da Casa Branca”, disse Trump. “Parece que está tudo sob controle. Mas aconteceu um tiroteio de verdade, e alguém foi levado ao hospital. Eu não sei em que condição está a pessoa”.

Trump disse que os tiros aconteceram próximos à cerca do perímetro da Casa Branca.

Ninguém mais ficou ferido no incidente, disse Trump. Ele elogiou a resposta do Serviço Secreto e disse que a agência teria mais detalhes sobre o episódio posteriormente.

“Não há detalhes -- acabamos de descobrir agora”, disse Trump a jornalistas.

O Serviço Secreto não respondeu imediatamente a perguntas sobre o incidente.

Minutos após começar um pronunciamento, Trump foi retirado da sala sem que a interrupção fosse explicada. O secretário do Tesouro, Steven Mnuchin, e o diretor do Gabinete Administrativo e de Orçamento, Russ Vought, também foram retirados, e as portas da sala foram trancadas.

for-phone-onlyfor-tablet-portrait-upfor-tablet-landscape-upfor-desktop-upfor-wide-desktop-up