for-phone-onlyfor-tablet-portrait-upfor-tablet-landscape-upfor-desktop-upfor-wide-desktop-up

Casa Branca e democratas do Congresso chegam ao quarto dia sem negociação de alívio ao coronavírus

Presidente norte-americano, Donald Trump, deixa briefing sobre o coronavírus na Casa Branca, em Washington 05/08/2020 REUTERS/Joshua Roberts

WASHINGTON (Reuters) - Um impasse entre a Casa Branca republicana e os democratas do Congresso sobre um pacote de alívio ao coronavírus chegou na terça-feira ao quarto dia sem negociações, com cada lado culpando o outro pela intransigência.

A falta de progresso foi confirmada separadamente pelo líder da maior no Senado, Mitch McConnell, e pela presidente da Câmara, Nancy Pelosi. Republicanos e democratas citaram reclamações sobre ignorar a severidade da crise e recusas em alcançar um meio-termo sobre questões importantes como auxílio ao desemprego e ajuda a governos estatais e locais.

Pelosi e o líder democrata no Senado, Chuck Schumer, passaram quase duas semanas em negociações quase diárias com o secretário do Tesouro, Steven Mnuchin, e o chefe de gabinete da Casa Branca, Mark Meadows, até que as negociações entraram em colapso na sexta-feira.

for-phone-onlyfor-tablet-portrait-upfor-tablet-landscape-upfor-desktop-upfor-wide-desktop-up