October 5, 2011 / 5:24 PM / 7 years ago

Gávea Investimentos compra 5% da Odebrecht Óleo e Gás

Por Rodrigo Viga Gaier

O ex-presidente do Banco Central e sócio do fundo de private equity Gávea Investimentos, Armínio Fraga, em coletiva de imprensa no Rio de Janeiro, em 2009. A Odebrecht Óleo e Gás anunciou nesta quarta-feira a venda de 5 por cento de seu capital para a Gávea Investimentos. 15/04/2009 REUTERS/Sergio Moraes

RIO DE JANEIRO (Reuters) - A Odebrecht Óleo e Gás anunciou nesta quarta-feira a venda de 5 por cento de seu capital para a Gávea Investimentos, do ex-presidente do Banco Central Armínio Fraga.

Os valores da transação não foram revelados, mas a Gávea passa a ser o segundo sócio na subsidiária de petróleo e gás do conglomerado Odebrecht. Outro sócio é o fundo do governo de Cingapura, Temasek, com 14 por cento.

“Esse é o maior investimento já feito pela Gávea em uma companhia”, disse Armínio Fraga, sócio do fundo de private equity.

“Queremos usar a sofisticação da Gávea, o conhecimento dela sobre o mundo e a identificação de oportunidades para traçarmos estratégias mais corretas para progredir e atuar em outros mercados e países como Costa Oeste da África, Golfo do México e Mar do Norte”, afirmou o presidente da Odebrecht Óleo e Gás, Roberto Ramos.

A participação da Gávea no capital da Odebrecht Óleo e Gás se dará por meio de recursos obtidos por um fundo de investimento denominado Gávea Investimentos Quatro, que já captou cerca de 1,8 bilhão de dólares. Com os recursos dessa fundo, a Gávea já fez investimentos em empresas como Unidas Rent a Car e Colombo, do setor de vestuário masculino.

Recentemente, a Gávea adquiriu parte do capital (14 por cento) do braço imobiliário da Odebrecht, a Odebrecht Realizações Imobiliárias (OR).

“Esse é o nosso segundo investimento no grupo, que confirma a competência do grupo, o estilo empreendedor e de excelência na empresa. Queremos ser minoritários de empresas de excelência em setores interessantes e importantes”, declarou Armínio Fraga.

Segundo Fraga, a Gávea Investimentos administra atualmente recursos de 7,5 bilhões de dólares.

FATURAMENTO

O presidente da Odebrecht Óleo e Gás afirmou que até 2014 o grupo pretende investir 2,5 bilhões de dólares. O programa de investimentos da empresa, iniciado em 2006, já previa a aplicação de outros 2,5 bilhões de dólares.

Esses investimentos incluem plataformas de perfuração, navios-plataforma, unidades submersíveis, além de fornecimento de equipamentos e serviços para grandes petroleiras, como Petrobras, Shell, El Paso e Statoil.

A estimativa do grupo é ter um faturamento de 1 bilhão de dólares em 2012, e em torno de 500 milhões de dólares este ano.

A previsão é que em 2014, quando o investimento de 5 bilhões entre 2006 e 2014 for concluído, a receita subirá para 1,5 bilhão de dólares.

“Queremos ser o maior prestador de serviços da Petrobras e das estrangeiras que estão no Brasil, para atuar na riqueza do pré-sal brasileiro”, afirmou Roberto Ramos, descartando a possibilidade da empresa ingressar na atividade de exploração e produção. Segundo Ramos, a empresa tem dois ativos em E&P em Angola e outro na Venezuela.

O presidente do grupo Odebrecht, Marcelo Odebrecht, não descartou a possibilidade de realização de um IPO da Odebrecht Óleo e Gás, porém, não há prazo para isso.

“O IPO faz parte, é uma etapa natural de uma empresa com capacidade de crescimento. Mas não é um fim, é um meio”, afirmou Marcelo Odebrecht.

0 : 0
  • narrow-browser-and-phone
  • medium-browser-and-portrait-tablet
  • landscape-tablet
  • medium-wide-browser
  • wide-browser-and-larger
  • medium-browser-and-landscape-tablet
  • medium-wide-browser-and-larger
  • above-phone
  • portrait-tablet-and-above
  • above-portrait-tablet
  • landscape-tablet-and-above
  • landscape-tablet-and-medium-wide-browser
  • portrait-tablet-and-below
  • landscape-tablet-and-below