April 11, 2012 / 3:33 PM / 7 years ago

Terremotos na costa da Indonésia causam pânico; não há tsunami

Por Reza Munawir

Mulheres choram em rua de Banda Aceh após um forte terremoto atingir a costa da Indonésia. Um tremor de magnitude 8,6 e uma série de réplicas fortes atingiram a costa da Indonésia, obrigando moradores até no sul da Índia a fugir de edifícios e buscar abrigo em lugares elevados, mas autoridades descartaram temores de um enorme tsunami. 11/04/2012 REUTERS/Junaidi Hanafiah

BANDA ACEH, Indonésia, 11 Abr (Reuters) - Um terremoto de magnitude 8,6 e uma série de réplicas fortes atingiram a costa da Indonésia nesta quarta-feira, obrigando moradores até no sul da Índia a fugir de edifícios e buscar abrigo em lugares elevados, mas autoridades descartaram temores de um enorme tsunami como o de 2004.

A Indonésia disse que ainda estava checando se havia danos ou vítimas, mas relatos deste tipo não haviam sido recebidos pelas autoridades várias horas depois dos tremores, incluindo em Aceh, a província mais próxima do epicentro e a área dizimada por um desastre oito anos atrás.

Contudo, algumas áreas próximas do epicentro são remotas e pode levar tempo até que se descubra se houve algum dano.

Muitas pessoas temiam novos tremores.

“Está escuro aqui, mas estou com medo de ir para casa”, disse Mila, de 41 anos, que estava se abrigando em uma grande mesquita na cidade de Banda Aceh, a capital da província.

“Eu só quero ficar alerta porque tenho medo que possa haver mais terremotos. Somos humanos, então é natural que tenhamos medo, mas eu realmente desejo que todos nós fiquemos seguros.”

Ondas de até um metro de altura foram vistas perto das ilhas próximas a Aceh, mas a Indonésia cancelou o alerta de tsunamis. A área mais atingida foi a ilha pouco populosa de Simeulue, na costa sul de Aceh.

O primeiro terremoto aconteceu às 5h38 (horário de Brasília) e um tremor secundário de magnitude 8,2 aconteceu duas horas depois, às 7h43. Outras duas réplicas fortes aconteceram a seguir.

O Centro de Alerta de Tsunamis do Pacífico dos EUA, que fica no Havaí, disse logo em seguida que todo o oceano Índico estava em estado de observação. Depois a agência disse que o risco de tsunami era mínimo ou nulo, e retirou o alerta que ficou em vigor por algumas horas.

“As leituras de nível agora indicam que a ameaça diminuiu ou acabou na maioria das áreas”, informou o boletim da agência.

Tailândia e Índia também retiraram alertas de tsunami.

ALERTA FUNCIONOU

Tailândia, Indonésia, Sri Lanka e Índia foram duramente atingidas em 2004. Ao menos 230 mil pessoas em 13 países do Oceano Índico morreram no desastre depois do Natal daquele ano, incluindo 170 mil apenas em Aceh ou perto dali.

No ano passado, um terremoto e um tsunami na costa do Japão mataram ao menos 23 mil pessoas e provocaram a pior crise nuclear do mundo em 25 anos, depois que ondas gigantes destruíram uma usina nuclear.

Nesta quarta, pessoas perto da costa em seis províncias tailandesas receberam ordens de procurar terrenos mais elevados, e as autoridades fecharam o aeroporto internacional na localidade balneária de Phuket.

O tremor inicial ocorreu 500 quilômetros a sudoeste da cidade de Banda Aceh, na parte norte da ilha indonésia de Sumatra, a uma profundidade de 33 quilômetros, segundo dados do Serviço Geológico dos Estados Unidos.

A agência de desastres da Indonésia afirmou que a eletricidade foi cortada na província de Aceh e que as pessoas estavam se reunindo em terrenos elevados em meio a sirenes de alerta de perigo.

“A eletricidade foi cortada, há engarrafamentos para acesso a terrenos elevados. Sirenes estão tocando em todos os lugares”, disse um porta-voz da agência após os tremores.

“O sistema de alerta funcionou”, disse o presidente da Indonésia, Susilo Bambang Yudhoyono.

DESLOCAMENTO HORIZONTAL

A televisão indonésia mostrou pessoas se reunindo em mesquitas em Banda Aceh. Muitos outros estavam nas ruas, segurando crianças chorando.

O terremoto foi sentido até em Bangcoc, capital da Tailândia, e no sul da Índia, segundo moradores.

Em Bangalore, na Índia, centenas de trabalhadores saíram correndo de seus escritórios, e o porto de Chennai, também na Índia, foi fechado devido ao risco de tsunami.

Especialistas disseram que o terremoto de quarta-feira foi numa “falha horizontal”, o que significa que o deslocamento de terreno sob o mar aconteceu no sentido horizontal, em vez de provocar um brusco movimento vertical, que teria mais chances de causar um grande deslocamento de água e, consequentemente, um tsunami.

O terremoto também foi sentido no Sri Lanka, onde funcionários fugiram de escritórios na capital, Colombo, e na tailandesa Phuket - dois lugares duramente atingidos pelo tsunami de 2004.

Reportagem das redações de Jacarta, Nova Délhi, Bangalore, Bangcoc e Colombo

0 : 0
  • narrow-browser-and-phone
  • medium-browser-and-portrait-tablet
  • landscape-tablet
  • medium-wide-browser
  • wide-browser-and-larger
  • medium-browser-and-landscape-tablet
  • medium-wide-browser-and-larger
  • above-phone
  • portrait-tablet-and-above
  • above-portrait-tablet
  • landscape-tablet-and-above
  • landscape-tablet-and-medium-wide-browser
  • portrait-tablet-and-below
  • landscape-tablet-and-below