December 2, 2012 / 2:52 PM / 5 years ago

Geithner prevê acordo com republicanos sobre impostos nos EUA

WASHINGTON, 2 Dez (Reuters) - O secretário do Tesouro norte-americano, Timothy Geithner, pressionou os republicanos neste domingo para que ofereçam um plano que resulte em aumentos de arrecadação e cortes de gastos do governo, e previu que eles concordariam em elevar impostos aos mais ricos a fim de assegurar um acordo até o fim do ano para se evitar o abismo fiscal.

Em aparições pela manhã (horário local) em cinco talk shows diferentes, Geithner insistiu que as taxas de impostos sobre os mais ricos precisam subir, a fim de se chegar a um acordo, em um passo a que se opuseram os republicanos até agora. O secretário do Tesouro também classificou muito da retórica da semana passada como um “teatro político”.

“A única coisa que está no caminho (de um acordo) seria a recusa pelos republicanos em aceitar que os impostos terão de subir entre os norte-americanos mais ricos. E não vejo realmente eles fazendo isso”, disse Geithner à rede de TV NBC.

O secretário do Tesouro lidera as negociações no governo do presidente Barack Obama sobre o abismo fiscal.

Os comentários marcam a rodada mais recente de discussões sobre a prorrogação dos cortes de impostos temporários que tiveram início no governo de George W. Bush, para além da data de validade de 31 de dezembro a todos os contribuintes, como querem os republicanos, ou apenas para aqueles com renda inferior a 250 mil dólares, como pretendem Obama e a bancada democrata.

Reportagem de Aruna Viswanath

0 : 0
  • narrow-browser-and-phone
  • medium-browser-and-portrait-tablet
  • landscape-tablet
  • medium-wide-browser
  • wide-browser-and-larger
  • medium-browser-and-landscape-tablet
  • medium-wide-browser-and-larger
  • above-phone
  • portrait-tablet-and-above
  • above-portrait-tablet
  • landscape-tablet-and-above
  • landscape-tablet-and-medium-wide-browser
  • portrait-tablet-and-below
  • landscape-tablet-and-below