July 30, 2013 / 11:54 AM / 5 years ago

Operário é morto a tiros perto de mina da Lonmin na África do Sul

JOHANESBURGO, 30 Jul (Reuters) - Um trabalhador de 49 anos foi morto a tiros no fim de semana perto da mina Marikana, da Lonmin, na África do Sul, causando preocupação sobre tensões trabalhistas no conturbado cinturão de mineração de platina, que foi atormentado por uma disputa sindical violenta ao longo do último ano.

A polícia disse nesta terça-feira que o assassinato ocorreu no domingo, mas que não podia confirmar imediatamente se estava relacionado a uma sangrenta disputa sindical do ano passado, em que mais de 50 pessoas foram mortas.

A mortes incluíram 34 mineiros grevistas, mortos a tiros pela polícia no ano passado na mina Marikana, da empresa Lonmin.

A Lonmin, terceira maior produtora de platina do mundo, foi obrigada a interromper a produção durante semanas no ano passado devido à luta entre sindicatos rivais, a já estabelecida União Nacional de Mineiros e a ascendente Associação de Sindicatos de Mineiros e Trabalhadores da Construção.

As finanças da empresa ficaram tão combalidas que foi preciso recorrer aos acionistas. A companhia tem sofrido para voltar à plena produção desde então.

Por Jon Herskovitz

0 : 0
  • narrow-browser-and-phone
  • medium-browser-and-portrait-tablet
  • landscape-tablet
  • medium-wide-browser
  • wide-browser-and-larger
  • medium-browser-and-landscape-tablet
  • medium-wide-browser-and-larger
  • above-phone
  • portrait-tablet-and-above
  • above-portrait-tablet
  • landscape-tablet-and-above
  • landscape-tablet-and-medium-wide-browser
  • portrait-tablet-and-below
  • landscape-tablet-and-below