August 1, 2013 / 10:41 AM / 5 years ago

Assad diz ter certeza de vitória contra rebeldes sírios

BEIRUTE, 1 Ago (Reuters) - O presidente sírio, Bashar al-Assad, disse nesta quinta-feira que está confiante na vitória sobre os rebeldes que lutam contra seu governo, em uma guerra civil devastadora que já dura 28 meses, matou mais de 100 mil pessoas e forçou cerca de dois milhões a fugir do país.

Presidente da Síria, Bashar al-Assad, durante cerimônia de nomeação do novo prefeito de Homs, Talal al-Barazi, em Damasco, nesta foto distribuida pela agência de notícias estatal SANA. O presidente sírio disse nesta quinta-feira que está confiante na vitória sobre os rebeldes que lutam contra seu governo, em uma guerra civil devastadora que já dura 28 meses, matou mais de 100 mil pessoas e forçou cerca de dois milhões a fugir do país. 18/07/2013 REUTERS/SANA/Handout via Reuters

Os insurgentes tomaram grandes áreas do território, mas as forças de Assad fizeram uma contra-ofensiva nas últimas semanas, empurrando-os para fora de toda a capital Damasco e retomando várias cidades perto da fronteira com o Líbano.

“Se não tivéssemos certeza que iríamos ganhar na Síria, não teríamos capacidade de resistir e capacidade de continuar a lutar por mais de dois anos contra o inimigo”, disse Assad, segundo a agência de notícias estatal Sana.

Assad descreveu a revolta contra as quatro décadas de governo de sua família como uma conspiração estrangeira apoiada por “terroristas” islâmicos. Quando os protestos pró-democracia começaram no país, em março de 2011, uma ofensiva militar do governo levou a uma insurreição armada.

Dirigindo-se a oficiais no 68º aniversário da criação do Exército sírio, Assad disse que os soldados haviam mostrado “coragem diante do terrorismo ... e da guerra bárbara mais feroz na história moderna”.

Investigadores da ONU dizem que as forças de Assad têm cometido crimes de guerra, incluindo matança ilegal, tortura, violência sexual, ataques indiscriminado e saques. Eles dizem que os rebeldes também cometeram crimes de guerra, incluindo execuções, mas em uma escala menor.

Reportagem de Oliver Holmes

0 : 0
  • narrow-browser-and-phone
  • medium-browser-and-portrait-tablet
  • landscape-tablet
  • medium-wide-browser
  • wide-browser-and-larger
  • medium-browser-and-landscape-tablet
  • medium-wide-browser-and-larger
  • above-phone
  • portrait-tablet-and-above
  • above-portrait-tablet
  • landscape-tablet-and-above
  • landscape-tablet-and-medium-wide-browser
  • portrait-tablet-and-below
  • landscape-tablet-and-below