August 6, 2013 / 11:39 AM / 5 years ago

Taliban rejeita eleição afegã e promete lutar até saída de tropas

Por Dylan Welch

CABUL, 6 Ago (Reuters) - O Taliban afegão não irá participar das eleições presidenciais do próximo ano e vai continuar em guerra até que as tropas estrangeiras deixem o país, disse o líder foragido do grupo, mulá Mohammad Omar, em uma mensagem divulgada nesta terça-feira.

O anúncio deve causar frustração na comunidade internacional, que tinha esperança de retomar as negociações de paz realizadas no Catar para levar à participação do grupo islâmico nas eleições de abril.

“Sobre o drama enganoso sob o nome de eleições 2014, o nosso povo devoto não vai participar”, disse uma tradução da mensagem de Omar, fornecida pelo porta-voz do Taliban, Zabihullah Mujahid.

O Taliban rejeitou participar de duas eleições presidenciais anteriores, mas esta foi a primeira vez que o grupo anunciou publicamente um boicote ao pleito de 2014.

Embora acredite-se que Omar viva no Paquistão, ele não faz aparições ou discursos públicos desde que fugiu do Afeganistão em 2001, quando as forças norte-americanas e seus aliados afegãos derrubaram o governo do Taliban após os ataques de 11 de Setembro nos Estados Unidos.

Reportagem adicional de Hamid Shalizi

0 : 0
  • narrow-browser-and-phone
  • medium-browser-and-portrait-tablet
  • landscape-tablet
  • medium-wide-browser
  • wide-browser-and-larger
  • medium-browser-and-landscape-tablet
  • medium-wide-browser-and-larger
  • above-phone
  • portrait-tablet-and-above
  • above-portrait-tablet
  • landscape-tablet-and-above
  • landscape-tablet-and-medium-wide-browser
  • portrait-tablet-and-below
  • landscape-tablet-and-below