August 17, 2013 / 7:03 PM / 4 years ago

Líder sunita diz que Hezbollah arrasta o Líbano para "fogo sírio"

BEIRUTE, 17 Ago (Reuters) - O líder político sunita do Líbano, Saad al-Hariri, acusou o Hezbollah de arrastar o país para a guerra civil na Síria neste sábado, depois do chefe do grupo militante xiita dizer que estava pronto a lutar pessoalmente no conflito.

Hariri, que já foi primeiro ministro, respondia a um discurso do secretário-geral do Hezbollah, Hassan Nasrallah, que afirmou que um carro-bomba no sul xiita de Beirute iria apenas dedobrar o apoio militar do grupo ao presidente sírio, Bashar al-Assad.

“O discurso (de Nasrallah) leva o Líbano para um profundo envolvimento no fogo sírio”, disse Hariri no Twitter. “É uma pena desperdiçar o sangue dos libaneses de tal maneira.”

O total de mortes na explosão de quinta-feira do carro-bomba, o mais fatal em Beirute desde a guerra civil de 1975 a 1990, elevou-se para 27 no sábado, quando o corpo de uma garoto de 6 anos foi encontrado no piso térreo de um prédio danifocado nas proximidades.

A maioria dos mucúlmanos sunitas do Líbano apoiam os rebeldes, que lutam para derrubar Assad, cuja seita alauíta é uma ramificação do islamismo xiita.

Muitos libaneses xiiitas apoiam Assad e a atuação do Hezbollah no país vizinho expandiu-se do campo político para um papel militar.

Reportagem de Dominic Evans

0 : 0
  • narrow-browser-and-phone
  • medium-browser-and-portrait-tablet
  • landscape-tablet
  • medium-wide-browser
  • wide-browser-and-larger
  • medium-browser-and-landscape-tablet
  • medium-wide-browser-and-larger
  • above-phone
  • portrait-tablet-and-above
  • above-portrait-tablet
  • landscape-tablet-and-above
  • landscape-tablet-and-medium-wide-browser
  • portrait-tablet-and-below
  • landscape-tablet-and-below