August 23, 2013 / 12:23 AM / 4 years ago

Diplomatas de EUA e Rússia se reúnem na quarta-feira para discutir Síria

WASHINGTON, 22 Ago (Reuters) - Diplomatas norte-americanos e russos vão se reunir em Haia na próxima quarta-feira para discutir como encerrar a guerra civil de dois anos na Síria, anunciou o Departamento de Estado norte-americano nesta quinta-feira, no que será a primeira reunião desde a denúncia de um suposto ataque químico letal nos arredores da capital síria, Damasco.

Embora a reunião tenha sido anunciada anteriormente, a data não havia sido anunciada.

Os Estados Unidos, que apoiam grupos rebeldes sírios moderados, e a Rússia, aliada do presidente Bashar al-Assad e fornecedora de armas para Damasco, têm discutido a realização de uma conferência de paz que reuniria os lados em conflito.

Um alto funcionário do Departamento de Estado disse que as armas químicas também serão discutidas.

A oposição da Síria culpou as forças de Assad pelo ataque e exigiu que os inspetores da Organização das Nações Unidas (ONU), que já estão no país para examinar alegações anteriores do uso de armas químicas no conflito, investiguem a região controlada pelos rebeldes onde o ataque ocorreu.

O governo russo afirmou que o ataque foi provavelmente uma provocação por parte das forças da oposição para colocar a culpa sobre o presidente sírio.

Os Estados Unidos estão num grupo de cerca de 36 países que pediu uma investigação da ONU sobre o ataque, que, segundo algumas estimativas, matou entre 500 e 1.300 pessoas.

Reportagem de Lesley Wroughton

0 : 0
  • narrow-browser-and-phone
  • medium-browser-and-portrait-tablet
  • landscape-tablet
  • medium-wide-browser
  • wide-browser-and-larger
  • medium-browser-and-landscape-tablet
  • medium-wide-browser-and-larger
  • above-phone
  • portrait-tablet-and-above
  • above-portrait-tablet
  • landscape-tablet-and-above
  • landscape-tablet-and-medium-wide-browser
  • portrait-tablet-and-below
  • landscape-tablet-and-below