August 23, 2013 / 10:36 AM / 4 years ago

Rússia e EUA querem investigação objetiva na Síria, diz Moscou

23 Ago (Reuters) - Rússia e Estados Unidos concordam com a necessidade de uma investigação objetiva sobre as alegações de que as tropas leais ao presidente sírio, Bashar al-Assad, lançaram um ataque com armas químicas, disse o Ministério das Relações Exteriores da Rússia nesta sexta-feira.

A chancelaria de Moscou também disse em um comunicado que a Rússia, principal aliada internacional de Assad em mais de dois anos de guerra civil, pediu ao governo sírio que autorize uma investigação por parte de uma missão de peritos da ONU.

“O lado russo pediu ao governo sírio a cooperação com os peritos químicos da ONU. Cabe agora à oposição, que deve garantir o acesso seguro para a missão ao alegado local do incidente”, disse o ministério.

Moscou e Washington têm muitas vezes tomado posições opostas sobre a Síria, mas o ministério russo disse que o chanceler Sergei Lavrov e o secretário de Estado dos EUA, John Kerry, haviam concordado sobre a necessidade de uma investigação independente durante um telefonema na quinta-feira.

As autoridades sírias afirmam que as alegações contra suas forças são “ilógicas e fabricadas”.

Reportagem de Thomas Grove

0 : 0
  • narrow-browser-and-phone
  • medium-browser-and-portrait-tablet
  • landscape-tablet
  • medium-wide-browser
  • wide-browser-and-larger
  • medium-browser-and-landscape-tablet
  • medium-wide-browser-and-larger
  • above-phone
  • portrait-tablet-and-above
  • above-portrait-tablet
  • landscape-tablet-and-above
  • landscape-tablet-and-medium-wide-browser
  • portrait-tablet-and-below
  • landscape-tablet-and-below