August 25, 2013 / 6:08 PM / 5 years ago

Evidência de ataque químico na Síria pode estar destruída, diz Grã-Bretanha

LONDRES, 25 Ago (Reuters) - A Grã-Bretanha disse neste domingo que as evidências de ataque com armas químicas nos subúrbios de Damasco, na Síria, poderiam já ter sido destruídos antes da visita de inspetores da ONU no local.

“Nós temos que ser realistas sobre o que a equipe da ONU pode conseguir”, disse a repórteres o secretário de Relações Exteriores William Hague.

“O fato é que boa parte das evidência pode ter sido destruída por um bombardeio de artilharia. Outras evidências podem ter se degradado ao longo dos últimos dias e outras evidências podem ter sido adulteradas”, disse ele, referindo-se aos relatos de ativistas de oposição de que o exército sírio bombardeou a área nos últimos dias.

Reportagem de William James

0 : 0
  • narrow-browser-and-phone
  • medium-browser-and-portrait-tablet
  • landscape-tablet
  • medium-wide-browser
  • wide-browser-and-larger
  • medium-browser-and-landscape-tablet
  • medium-wide-browser-and-larger
  • above-phone
  • portrait-tablet-and-above
  • above-portrait-tablet
  • landscape-tablet-and-above
  • landscape-tablet-and-medium-wide-browser
  • portrait-tablet-and-below
  • landscape-tablet-and-below