27 de Agosto de 2013 / às 16:28 / 4 anos atrás

Dilma critica saída de senador boliviano sem salvo-conduto

BRASÍLIA, 27 Ago (Reuters) - A presidente Dilma Rousseff criticou nesta terça-feira a retirada do senador boliviano Roger Pinto sem-salvo conduto da embaixada brasileira e disse que um governo não pode colocar em risco a vida de uma pessoa a quem concedeu asilo.

Presidente Dilma Rousseff reage durante reunião do Conselho de Desenvolvimento Econômico e Social no Palácio do Itamaraty, em Brasília. Dilma criticou nesta terça-feira a retirada do senador boliviano Roger Pinto sem-salvo conduto da embaixada brasileira e disse que um governo não pode colocar em risco a vida de uma pessoa a quem concedeu asilo. 17/07/2013. REUTERS/Ueslei Marcelino

Em resposta a comentários do diplomata Eduardo Saboia, que assumiu a responsabilidade pela fuga do senador da Bolívia, a presidente disse que a embaixada brasileira não é o Doi-Codi, onde opositores do regime militar brasileiro eram torturados, e que comparar os dois locais era como comparar o céu ao inferno.

Após o episódio com o senador boliviano, Antonio Patriota pediu demissão do posto de ministro das Relações Exteriores.

Reportagem de Maria Carolina Marcello

0 : 0
  • narrow-browser-and-phone
  • medium-browser-and-portrait-tablet
  • landscape-tablet
  • medium-wide-browser
  • wide-browser-and-larger
  • medium-browser-and-landscape-tablet
  • medium-wide-browser-and-larger
  • above-phone
  • portrait-tablet-and-above
  • above-portrait-tablet
  • landscape-tablet-and-above
  • landscape-tablet-and-medium-wide-browser
  • portrait-tablet-and-below
  • landscape-tablet-and-below