August 30, 2013 / 3:39 PM / 5 years ago

Dilma fez exames de rotina em São Paulo na 5ª, diz Presidência

BRASÍLIA, 30 Ago (Reuters) - A presidente Dilma Rousseff passou por exames médicos de rotina na quinta-feira no Hospital Sírio Libanês em São Paulo, disse nesta sexta-feira a assessoria da Presidência da República.

Presidente Dilma Rousseff durante a cerimônia de posse do chanceler Luiz Alberto Figueiredo Machado, no Palácio do Planalto, em Brasília. passou por exames médicos de rotina na quinta-feira no Hospital Sírio Libanês em São Paulo, disse nesta sexta-feira a assessoria da Presidência da República. A assessoria da Presidência afirmou que os exames duraram cerca de duas horas, mas não forneceu detalhes sobre os procedimentos pelos quais a presidente passou. 28/08/2013. REUTERS/Ueslei Marcelino

Dilma foi ao hospital depois de cumprir agenda em Campinas (SP), onde entregou unidades habitacionais do programa Minha Casa, Minha Vida e participou da formatura de alunos beneficiados pelo programa de educação profissionalizante Pronatec.

A assessoria da Presidência afirmou que os exames duraram cerca de duas horas, mas não forneceu detalhes sobre os procedimentos pelos quais a presidente passou. Há cerca de um mês, Dilma chegou a cancelar reuniões e despachar do Palácio do Alvorada por causa de uma forte gripe que a deixou afônica.

Dilma foi diagnosticada em 2009 com um linfoma e passou por tratamento no Sírio-Libanês. No início de 2010, antes dela disputar a Presidência, os médicos que cuidaram da presidente anunciaram que ela estava curada.

Nesta sexta, Dilma embarcou para Paramaribo, no Suriname, onde participa da reunião de cúpula da União de Nações Sul-Americanas (Unasul).

Durante o dia a presidente deve se reunir também com o presidente da Bolívia, Evo Morales, e conversar sobre a fuga do senador boliviano Roger Pinto para o Brasil, organizada pelo diplomata brasileiro Eduardo Saboia.

A fuga do senador, que estava asilado na embaixada brasileira na Bolívia há cerca de 15 meses, estremeceu a relação entre os dois países. Após o episódio, Dilma trocou o comando do Ministério das Relações Exteriores, com a saída de Antonio Patriota e a chegada do embaixador Luiz Alberto Figueiredo Machado.

Reportagem de Jeferson Ribeiro

0 : 0
  • narrow-browser-and-phone
  • medium-browser-and-portrait-tablet
  • landscape-tablet
  • medium-wide-browser
  • wide-browser-and-larger
  • medium-browser-and-landscape-tablet
  • medium-wide-browser-and-larger
  • above-phone
  • portrait-tablet-and-above
  • above-portrait-tablet
  • landscape-tablet-and-above
  • landscape-tablet-and-medium-wide-browser
  • portrait-tablet-and-below
  • landscape-tablet-and-below