September 1, 2013 / 1:13 PM / 5 years ago

Discurso de Obama mostra hesitação e confusão, diz ministro sírio

Foto de arquivo do vice-ministro das Relações Exteriores da Síria, Faisal Mekdad, durante reunião com ministro das Relações Exteriores da Rússia, Sergei Lavrov, em Moscou. A declaração do presidente dos EUA, Barack Obama, sobre a busca da aprovação do Congresso norte-americano para um ataque militar contra a Síria está cheia de hesitação e confusão, disse Mekdad neste domingo. 22/05/2013 REUTERS/Sergei Karpukhin

DAMASCO, 1 Set (Reuters) - A declaração do presidente dos EUA, Barack Obama, sobre a busca da aprovação do Congresso norte-americano para um ataque militar contra a Síria está cheia de hesitação e confusão, disse o vice-ministro das Relações Exteriores da Síria, Faisal Mekdad, neste domingo.

“Está claro que há uma sensação de hesitação e decepção no que foi dito pelo presidente Barack Obama ontem. E também está claro que há um sentimento de confusão também”, disse ele a repórteres em Damasco.

O presidente dos EUA, Barack Obama, afirmou no sábado ter decidido que o país deve adotar uma ação militar contra alvos do governo sírio, mas ressaltou que irá buscar a aprovação do Congresso norte-americano antes de fazê-lo.

Obama, em um discurso feito na Casa Branca, disse que havia autorizado o uso de força militar para punir a Síria por conta de um ataque com armas químicas realizado em 21 de agosto.

Reportagem de Marwan Makdesi

0 : 0
  • narrow-browser-and-phone
  • medium-browser-and-portrait-tablet
  • landscape-tablet
  • medium-wide-browser
  • wide-browser-and-larger
  • medium-browser-and-landscape-tablet
  • medium-wide-browser-and-larger
  • above-phone
  • portrait-tablet-and-above
  • above-portrait-tablet
  • landscape-tablet-and-above
  • landscape-tablet-and-medium-wide-browser
  • portrait-tablet-and-below
  • landscape-tablet-and-below