September 7, 2013 / 12:13 PM / in 5 years

Conservador Aboot vence eleições na Austrália

Por Rob Taylor e James Grubel

Líder conservador australiano, Tony Abbott, ao lado da mulher, Margaret, e das filhas, ao declarar vitória na eleição federal da Austrália, em Sydney. 07/09/2013 REUTERS/David Gray

SYDNEY/CANBERRA, 7 Set (Reuters) - O líder conservador australiano Tony Abbott venceu as eleições do país neste sábado após os eleitores punirem o governo trabalhista por seis anos de turbulências e por não saberem aproveitar benefícios do boom da mineração agora desvanecido.

Abbott, um ex-boxeador, prometeu restaurar a estabilidade política, baixar impostos e reprimir os que chegam ao país pedindo asilo. Mas foi a frustração com a turbulência da liderança do Partido Trabalhista que custou caro ao governo nas urnas.

Em 2010, o primeiro-ministro Kevin Rudd deixou de ser líder do Partido Trabalhista para a primeira mulher primeira-ministra da Austrália, Julia Gillard, mas Rudd voltou a ser líder em junho de 2013, em uma tentativa desesperada para permanecer no poder.

“Esta foi uma eleição que foi perdida pelo governo mais do que aquele que foi vencido pela oposição”, disse o ex primeiro-ministro trabalhista Bob Hawke à Sky News.

As autoridades eleitorais disseram com cerca de 65 por cento dos votos apurados, a coalizão Liberal-Nacional de Abbott havia ganhado cerca de 54 por cento dos votos, e projetou que iria ganhar pelo menos 77 cadeiras no parlamento de 150 lugares.

0 : 0
  • narrow-browser-and-phone
  • medium-browser-and-portrait-tablet
  • landscape-tablet
  • medium-wide-browser
  • wide-browser-and-larger
  • medium-browser-and-landscape-tablet
  • medium-wide-browser-and-larger
  • above-phone
  • portrait-tablet-and-above
  • above-portrait-tablet
  • landscape-tablet-and-above
  • landscape-tablet-and-medium-wide-browser
  • portrait-tablet-and-below
  • landscape-tablet-and-below