September 13, 2013 / 10:50 AM / 5 years ago

Líder da Al Qaeda faz pedido por ataques dentro dos EUA

DUBAI, 13 Set (Reuters) - O líder da Al Qaeda, Ayman al-Zawahri, pediu que sejam realizados ataques de pequena escala dentro dos Estados Unidos para “sangrar a América economicamente”, e disse ter esperança de eventualmente ver um ataque mais significativo, de acordo com o serviço de monitoramento de atividades de militantes SITE.

Líder da Al Qaeda, Ayman al-Zawahri, fala a partir de local desconhecido, nesta imagem capturada de vídeo publicado na Internet. Zawahri pediu que sejam realizados ataques de pequena escala dentro dos Estados Unidos para "sangrar a América economicamente", e disse ter esperança de eventualmente ver um ataque mais significativo, de acordo com o serviço de monitoramento de atividades de militantes SITE. June 8, 2011. Osama bin Laden's longtime lieutenant, Ayman al-Zawahri, said the United States faces rebellion throughout the Muslim world after killing the al Qaeda leader, according to a 28-minute YouTube recording posted on Wednesday. In what appeared to be his first public response to bin Laden's death in a U.S. commando raid in Pakistan last month, the Egyptian-born Zawahri warned Americans not to gloat and vowed to press ahead with al Qaeda's campaign against the United States and its allies. REUTERS/Social Media Website via Reuters TV

Em uma mensagem de áudio divulgada na Internet um dia após o 12º aniversário dos ataques de 11 de Setembro, Zawahri disse que os ataques “de um irmão ou de alguns irmãos” enfraqueceriam a economia dos EUA ao provocar a necessidade de altos gastos em segurança, segundo o SITE.

Autoridades antiterrorismo do Ocidente já fizeram alertas de que alguns “lobos solitários” radicais que podem não ter contato direto com a Al Qaeda representam um risco tão grande quanto aqueles que realizaram os complexos ataques de 11 de setembro de 2001, em que aviões sequestrados no ar foram lançados contra as torres do World Trade Center, em Nova York, e o Pentágono, em Washington.

“Devemos sangrar a América economicamente provocando eles a continuar seus gastos enormes em segurança, o ponto fraco da América é a economia, que já começou a vacilar devido aos gastos militares e de segurança”, disse.

São necessários apenas alguns ataques “aqui e ali” para manter os EUA sob essa situação de tensão, acrescentou Zawahri.

0 : 0
  • narrow-browser-and-phone
  • medium-browser-and-portrait-tablet
  • landscape-tablet
  • medium-wide-browser
  • wide-browser-and-larger
  • medium-browser-and-landscape-tablet
  • medium-wide-browser-and-larger
  • above-phone
  • portrait-tablet-and-above
  • above-portrait-tablet
  • landscape-tablet-and-above
  • landscape-tablet-and-medium-wide-browser
  • portrait-tablet-and-below
  • landscape-tablet-and-below