September 22, 2013 / 12:34 PM / 4 years ago

Dois ataques a igreja no Paquistão deixam ao menos 56 mortos

Por Fayaz Aziz

PESHAWAR, Paquistão, 22 Set (Reuters) - Dois ataques suicidas do lado de fora de uma igreja de 130 anos no Paquistão deixaram ao menos 56 mortos após a missa de domingo, no ataque mais mortal contra cristãos no país predominantemente muçulmano.

A violência religiosa e ataques contra forças de seguranças têm aumentado no Paquistão nos últimos meses, afetando os esforços do primeiro-ministro Nawaz Sharif de controlar a insurgência após chegar ao poder em junho.

Os homens-bomba atacaram a histórica Igreja de Todos os Santos, na cidade de Peshawar, no momento em que centenas de paroquianos saíam do prédio após a missa de domingo.

“Eu ouvi duas explosões. As pessoas começaram a correr. Restos humanos estavam espalhados por toda a igreja”, disse uma paroquiana, que deu apenas seu primeiro nome, Margrette.

Cristãos correspondem a cerca de quatro por cento da população do Paquistão de 180 milhões de pessoas. Ataques a áreas cristãs ocorrem esporadicamente no país, mas o deste domingo foi o mais violento na história recente.

O policial Najeeb Bogvi calculou o número de mortos em 56, afirmando que mais de 100 pessoas ficaram feridas. A polícia informou que os mortos incluem muitas crianças e mulheres.

Ninguém assumiu imediatamente a responsabilidade pelo ataque.

Reportagem adicional de Hameedullah Khan e Syed Raza Hassan

0 : 0
  • narrow-browser-and-phone
  • medium-browser-and-portrait-tablet
  • landscape-tablet
  • medium-wide-browser
  • wide-browser-and-larger
  • medium-browser-and-landscape-tablet
  • medium-wide-browser-and-larger
  • above-phone
  • portrait-tablet-and-above
  • above-portrait-tablet
  • landscape-tablet-and-above
  • landscape-tablet-and-medium-wide-browser
  • portrait-tablet-and-below
  • landscape-tablet-and-below