October 11, 2013 / 10:56 AM / in 5 years

Rebeldes sírios mataram 190 civis em ataque em agosto, diz grupo

Combatente do Exército Sírio Livre inspeciona sua arma, na área de Jabal al-Akrad, província de Latakia, Síria. Rebeldes sírios mataram ao menos 190 civis e sequestraram mais de 200 pessoas durante uma ofensiva na província de Latakia, em agosto, disse nesta sexta-feira a organização Human Rights Watch, no que classificou como a primeira evidência de crimes contra a humanidade por forças da oposição. 10/10/2013. REUTERS/Khattab Abdulaa

Por Oliver Holmes

BEIRUTE, 11 Out (Reuters) - Rebeldes sírios mataram ao menos 190 civis e sequestraram mais de 200 pessoas durante uma ofensiva na província de Latakia, em agosto, disse nesta sexta-feira a organização Human Rights Watch, no que classificou como a primeira evidência de crimes contra a humanidade por forças da oposição.

A HRW disse que muitos dos mortos foram executados por grupos militantes, alguns ligados à Al Qaeda, que invadiram posições militares ao amanhecer do dia 4 de agosto e depois entraram em dez vilarejos próximos onde viviam membros da seita alauíta, do presidente Bashar al-Assad.

0 : 0
  • narrow-browser-and-phone
  • medium-browser-and-portrait-tablet
  • landscape-tablet
  • medium-wide-browser
  • wide-browser-and-larger
  • medium-browser-and-landscape-tablet
  • medium-wide-browser-and-larger
  • above-phone
  • portrait-tablet-and-above
  • above-portrait-tablet
  • landscape-tablet-and-above
  • landscape-tablet-and-medium-wide-browser
  • portrait-tablet-and-below
  • landscape-tablet-and-below