October 16, 2013 / 10:35 AM / 5 years ago

Tufão atinge Tóquio e avança por litoral do Japão; ao menos 17 mortos

Bombeiros procuram por desaparecidos em meio a destroços de casas após deslizamento de terra causado pelo tufão Wipha, durante nascer do sol na ilha Izu Ohima, sul de Tóquio, 16 de outubro de 2013. Um tufão matou 17 pessoas no Japão nesta quarta-feira, a maioria em uma ilha, mas poupou em grande parte a capital japonesa e não causou nenhum novo desastre ao passar pela usina nuclear destruída de Fukushima, de acordo com a operadora da planta. 16/10/2013 REUTERS/Kyodo

Por Elaine Lies

TÓQUIO, 16 Out (Reuters) - Um tufão matou 17 pessoas no Japão nesta quarta-feira, a maioria em uma ilha, mas poupou em grande parte a capital japonesa e não causou nenhum novo desastre ao passar pela usina nuclear destruída de Fukushima, de acordo com a operadora da planta.

Mais de 50 pessoas estavam desaparecidas após a passagem do tufão Wipha pela costa leste do Japão. Cerca de 20.000 pessoas foram orientadas a deixar suas casas devido ao perigo de inundações, e centenas de voos foram cancelados.

Dezesseis pessoas morreram na ilha de Izu Oshima, cerca de 120 quilômetros ao sul de Tóquio, após o transbordamento de rios. A tempestade desencadeou deslizamentos de terra num trecho de 2 quilômetros de serra.

A tempestade provocou ventos com força de furacão e chuvas fortes sobre a área metropolitana de Tóquio, onde moram 30 milhões de pessoas, no auge da hora do rush matinal.

Uma mulher foi levada por um rio no oeste da capital e mais de 50 pessoas estavam desaparecidas, segundo o governo, incluindo dois estudantes levados pelas ondas em uma praia.

Cerca de 20 pessoas ficaram feridas por desabamentos ou atingidas por detritos.

A Tokyo Electric Power Corp, operadora da usina nuclear de Fukushima, cancelou todos os trabalhos offshore e prendeu o maquinário enquanto a tempestade se aproximava.

A operadora, que tem encontrado problemas para conter vazamentos radioativos desde que um terremoto seguido de tsunami causou danos graves em 2011, não sofreu nenhuma problema com a passagem do Wipha, segundo um porta-voz.

0 : 0
  • narrow-browser-and-phone
  • medium-browser-and-portrait-tablet
  • landscape-tablet
  • medium-wide-browser
  • wide-browser-and-larger
  • medium-browser-and-landscape-tablet
  • medium-wide-browser-and-larger
  • above-phone
  • portrait-tablet-and-above
  • above-portrait-tablet
  • landscape-tablet-and-above
  • landscape-tablet-and-medium-wide-browser
  • portrait-tablet-and-below
  • landscape-tablet-and-below