October 24, 2013 / 9:47 AM / 5 years ago

EUA conversam com Turquia sobre preocupação com mísseis chineses

ANCARA, 24 Out (Reuters) - Os Estados Unidos estão em conversas com a Turquia sobre a decisão turca de coproduzir um sistema de defesa antiaérea e de mísseis de longo alcance com uma empresa chinesa que está sob sanções dos EUA, disse o embaixador norte-americano Francis Ricciardone nesta quinta-feira.

“Estamos muito preocupados com a perspectiva de negócio com a empresa chinesa sancionada. Sim, esta é uma decisão comercial, é direito soberano da Turquia, mas estamos preocupados com o que isso significa para a defesa aérea aliada”, disse Ricciardone a repórteres.

A Turquia, membro da Otan, anunciou em setembro que tinha escolhido o sistema de defesa antimísseis chinês FD-2000, da fabricante China Precision Machinery Import and Export Corp em detrimento aos sistemas oferecidos por Rússia, EUA e de empresas europeias.

A empresa chinesa está sob sanções dos EUA por violações da Lei de Não Proliferação no Irã, Coreia do Norte e Síria.

“Nós começamos discussões de especialistas com a Turquia, e isso será feito por meio de canais oficiais. Teremos conversas respeitosas. Estamos preocupados, mas a Turquia vai tomar a sua própria decisão após analisar os fatos”, disse Ricciardone.

A Turquia disse que deve assinar o acordo de defesa antimísseis de 3,4 bilhões de dólares com a fabricante chinesa, mas que a decisão ainda não é definitiva.

Reportagem de Tulay Karadeniz

0 : 0
  • narrow-browser-and-phone
  • medium-browser-and-portrait-tablet
  • landscape-tablet
  • medium-wide-browser
  • wide-browser-and-larger
  • medium-browser-and-landscape-tablet
  • medium-wide-browser-and-larger
  • above-phone
  • portrait-tablet-and-above
  • above-portrait-tablet
  • landscape-tablet-and-above
  • landscape-tablet-and-medium-wide-browser
  • portrait-tablet-and-below
  • landscape-tablet-and-below