October 29, 2013 / 1:09 PM / 4 years ago

China suspeita de atentado suicida na Praça da Paz Celestial, dizem fontes

Por Benjamin Kang Lim e Ben Blanchard

PEQUIM, 29 Out (Reuters) - As autoridades chinesas suspeitam que um incidente que deixou cinco mortos e 38 feridos na segunda-feira na Praça da Paz Celestial, inicialmente tratado com um acidente de trânsito, na verdade tenha sido um atentado suicida cometido por militantes islâmicos na região de Xinjiang.

Três ocupantes do carro que atropelou pedestres e dois turistas morreram.

A polícia chinesa começou a investigar hotéis e veículos em Pequim, à procura de dois suspeitos da etnia muçulmana uigur, oriunda do oeste da China.

A Praça da Paz Celestial é o coração simbólico do poder na China e um dos principais pontos turísticos da capital chinesa, sendo como tal um dos locais mais vigiados do país. A praça também é lembrada pela repressão de 1989 ao movimento estudantil pró-democracia.

Duas fontes graduadas disseram na terça-feira que há suspeitas de envolvimento de militantes suicidas uigures.

“Parece um ataque suicida premeditado”, disse uma fonte diretamente envolvida nas negociações, pedindo anonimato.

A China aponta separatistas uigures e extremistas religiosos por uma série de ataques na região de Xinjiang, e o regime comunista acusa os ativistas de tentarem instituir um Estado islâmico independente chamado Turquestão Oriental.

Grupos de direitos humanos e exilados dizem que a China exagera enormemente a ameaça.

Até agora, nunca as tensões de Xinjiang haviam chegado à capital, apesar de especulações de que uigures cometeram em 1997 a explosão de um ônibus que matou pelo menos duas pessoas. Ao que se saiba, os uigures também nunca cometeram atentados suicidas.

O governo não se manifestou oficialmente sobre o incidente, e a imprensa estatal em geral se limitou a apresentar relatos superficiais do ocorrido, baseando-se em declarações da polícia e da agência de notícias Xinhua, como é praxe em assuntos delicados para o governo.

Uma das fontes disse que a policia ainda está investigando o caso e tentando determinar a identidade dos três ocupantes do veículo que pegou fogo após atropelar dezenas de transeuntes na praça.

Não há confirmação de que os três mortos no veículo fossem realmente uigures, mas na noite de segunda-feira a polícia de Pequim disse estar à procura de dois suspeitos de Xinjiang envolvidos em um “grave incidente”. Não ficou claro se essas pessoas estavam no veículo ou se são cúmplices foragidos.

As fontes disseram que os suspeitos podem ter acendido uma substância inflamável no veículo. “Não foi acidente. O jipe derrubou as barricadas e investiu contra os pedestres”, disse uma das fontes, ligadas ao governo nacional.

Reportagem adicional de Adam Rose e Michael Martina

0 : 0
  • narrow-browser-and-phone
  • medium-browser-and-portrait-tablet
  • landscape-tablet
  • medium-wide-browser
  • wide-browser-and-larger
  • medium-browser-and-landscape-tablet
  • medium-wide-browser-and-larger
  • above-phone
  • portrait-tablet-and-above
  • above-portrait-tablet
  • landscape-tablet-and-above
  • landscape-tablet-and-medium-wide-browser
  • portrait-tablet-and-below
  • landscape-tablet-and-below