21 de Novembro de 2013 / às 11:04 / 4 anos atrás

Atrito entre França e Irã reduz expectativa por acordo nuclear

Por John Irish e Parisa Hafezi

Chanceler francês, Laurent Fabius, ao chegar para reunião durante o terceiro dia das conversas sobre questões nucleares, em Genebra. França e Irã trocaram palavras duras nesta quinta-feira antes do início das negociações de grandes potências nucleares acerca dos detalhes de um acordo preliminar para restringir o programa nuclear iraniano. 9/11/2013. REUTERS/Jean-Christophe Bott/Pool

GENEBRA, 21 Nov (Reuters) - França e Irã trocaram palavras duras nesta quinta-feira antes do início das negociações de grandes potências nucleares acerca dos detalhes de um acordo preliminar para restringir o programa nuclear iraniano.

Enquanto Paris alertou o Ocidente para manter uma postura firme, Teerã lamentou a quebra de confiança. Dessa forma, ambos os lados parecem estar atenuando as expectativas de um acordo iminente, depois que seis potências mundiais (EUA, Rússia, China, Grã-Bretanha, França e Alemanha) se aproximaram de obter concessões da República Islâmica em troca de um alívio nas sanções ao país, durante negociações ocorridas há duas semanas em Genebra.

Representantes das seis potências dizem que um acordo preliminar com medidas para o fortalecimento da confiança mútua ainda poderá ser alcançado, após uma década de impasse por causa das suspeitas ocidentais de que o Irã estaria desenvolvendo armas nucleares -- algo que a República Islâmica nega, insistindo no caráter pacífico das suas atividades.

Mas, antes do efetivo início das negociações, na quinta-feira, a França e o Irã intensificaram a retórica.

O chanceler francês, Laurent Fabius, que se manifestou contra o acordo discutido nas reuniões de 7 a 9 de novembro, foi perguntado pelo canal France 2 sobre se haveria um acordo.

“Espero que sim”, respondeu. “Mas esse acordo só pode ser possível com base na firmeza. Por enquanto, os iranianos não puderam aceitar a posição dos seis. Espero que aceitem.”

No que pareceu ser uma resposta direta à França, o vice-chanceler iraniano, Abbas Araqchi, disse: “Perdemos nossa confiança... Não podemos entrar em negociações sérias até que a confiança seja restabelecida. Mas isso não significa que iremos parar as negociações”.

Segundo Araqchi, a confiança poderá ser restaurada se as seis potências “criarem uma frente e cumprirem as palavras unidas”.

Pelo acordo em discussão, o Irã abriria mão de enriquecer urânio até uma concentração físsil de 20 por cento, o que é um passo importante para desenvolver matéria-prima para armas nucleares. O país também deveria se abrir a mais inspeções da Agência Internacional de Energia Atômica (AIEA), e desistiria de colocar em operação o seu reator de pesquisas na usina de Arak.

Em troca, as potências poderiam aceitar uma liberação gradual de ativos iranianos congelados no exterior, um relaxamento temporário das restrições ao comércio de metais preciosos e talvez a suspensão da pressão dos EUA contra outros países para que deixem de comprar petróleo iraniano.

Após uma década de confronto, o Irã adotou uma postura de maior abertura para as negociações depois da posse do moderado Hassan Rouhani como presidente, em agosto.

Mas na quarta-feira, o líder supremo do país, aiatolá Ali Khamenei, repetiu num discurso que o Irã não abrirá mão de ter um programa nuclear pacífico, e disse ter estabelecido “limites” para seus representantes em Genebra.

As discussões na cidade suíça começaram na quinta-feira com uma reunião entre o chanceler do Irã, Mohammad Javad Zarif, e a chefe da diplomacia da União Europeia, Catherine Ashton, que representa as seis potências. Reuniões bilaterais serão marcadas ao longo do dia.

Reportagem adicional de Justyna Pawlak, Louis Charbonneau e Fredrik Dahl

0 : 0
  • narrow-browser-and-phone
  • medium-browser-and-portrait-tablet
  • landscape-tablet
  • medium-wide-browser
  • wide-browser-and-larger
  • medium-browser-and-landscape-tablet
  • medium-wide-browser-and-larger
  • above-phone
  • portrait-tablet-and-above
  • above-portrait-tablet
  • landscape-tablet-and-above
  • landscape-tablet-and-medium-wide-browser
  • portrait-tablet-and-below
  • landscape-tablet-and-below