November 21, 2013 / 3:07 PM / 4 years ago

Ambientalistas abandonam cúpula sobre clima na Polônia por falta de avanço

Por Susanna Twidale e Nina Chestney

VARSÓVIA, 21 Nov (Reuters) - Várias entidades ambientalistas de grande projeção, como o Greenpeace a o World WildLife Fund, abandonaram as conversações da ONU sobre clima, em Varsóvia, em protesto contra o que classificaram como falta de progresso para a formatação de um acordo internacional de contenção das crescentes emissões de gases do efeito estufa.

Mais de 9 mil representantes de cerca de 195 países estão reunidos na capital polonesa para uma conferência de duas semanas focada na preparação de um tratado para ser assinado em 2015, com a finalidade de combater a mudança climática. O pacto entraria em vigor em 2020.

Mas as conversações, que se encerram na sexta-feira, estancaram em diversos pontos, especialmente sobre se as nações ricas deveriam pagar aos países em desenvolvimento pelas perdas sofridas por causa dos efeitos da mudança do clima, e também a falta de compromisso na redução das emissões.

“A falta de uma liderança significativa de outros países e governos foi aqui um tapa na cara daqueles que sofrem como resultado da perigosa mudança climática”, disse o diretor-executivo do Greenpeace Internacional, Kimi Naidoo.

Marcin Korolec, que preside as conversações, foi demitido na quarta-feira do cargo de ministro do Meio Ambiente da Polônia. Ele permanece no comando das negociações, mas grupos ambientalistas criticaram duramente o momento escolhido pelo governo para a reforma ministerial.

A decisão da Polônia de abrigar uma cúpula do setor carbonífero na segunda e terça-feira, ao mesmo tempo em que ocorriam as conversações sobre o clima, já tinha sido motivo de irritação dos grupos ambientalistas.

“Esta é uma das cúpulas mais ”expropriadas“ que já ocorreram -por corporações e o setor carbonífero, com o apoio do governo polonês”, disse Dipti Bhatnagar, da Friends of the Earth International.

“Estamos saindo para enviar uma forte mensagem por causa da total inação nas conversações, pela falta de ambição e financiamento, num momento em que nós precisamos de mais ação.”

Essa foi a primeira vez que grupos ambientalistas realizaram esse tipo de abandono coordenado de conversações da ONU sobre o clima.

Reportagem adicional de Megan Rowling

0 : 0
  • narrow-browser-and-phone
  • medium-browser-and-portrait-tablet
  • landscape-tablet
  • medium-wide-browser
  • wide-browser-and-larger
  • medium-browser-and-landscape-tablet
  • medium-wide-browser-and-larger
  • above-phone
  • portrait-tablet-and-above
  • above-portrait-tablet
  • landscape-tablet-and-above
  • landscape-tablet-and-medium-wide-browser
  • portrait-tablet-and-below
  • landscape-tablet-and-below