November 23, 2013 / 3:12 PM / 4 years ago

China reforça reivindicação sobre ilhas e ameaça tomar "medidas de defesa"

Por John Ruwitch

XANGAI, 23 Nov (Reuters) - A China intensificou neste sábado a reivindicação de posse de ilhas que o Japão diz serem dele, alertando que tomará “medidas emergenciais de defesa” contra aeronaves que não se identifiquem de forma apropriada sobre o local.

Os relações entre as potências asiáticas estão tensas há meses por causa da disputa pelas ilhas no Mar da China Oriental, chamadas de Diaoyu pelos chineses e Senkaku pelo Japão. Há suspeitas de que as águas que cercam as ilhas sejam ricas em petróleo.

A agência de notícias estatal chinesa Xinhua publicou um mapa e coordenadas da recentemente estabelecida “Zona de Identificação de Defesa Aérea do Mar da China Oriental”, que cobre a maior parte desse mar, incluindo as ilhas.

A Xinhua também divulgou regras de identificação do Ministério da Defesa para aviões na região.

“As Forças Armadas da China adotarão medidas emergenciais de defesa para responder a qualquer aeronave que não coopere na identificação ou se recuse a seguir as instruções”, afirmou a Xinhua.

A agência de notícias chinesa disse que as regras entraram em vigor neste sábado, e a Força Aérea conduziu sua primeira patrulha sobre o local, o que incluiu aviões de alerta e caças.

Um porta-voz do Ministério das Relações Exteriores do Japão afirmou que o país protocolou um duro protesto na embaixada da China em Tóquio e reiterou sua posição de que as ilhas pertencem ao Japão e que a posição chinesa é inaceitável.

0 : 0
  • narrow-browser-and-phone
  • medium-browser-and-portrait-tablet
  • landscape-tablet
  • medium-wide-browser
  • wide-browser-and-larger
  • medium-browser-and-landscape-tablet
  • medium-wide-browser-and-larger
  • above-phone
  • portrait-tablet-and-above
  • above-portrait-tablet
  • landscape-tablet-and-above
  • landscape-tablet-and-medium-wide-browser
  • portrait-tablet-and-below
  • landscape-tablet-and-below