November 28, 2013 / 10:04 AM / 4 years ago

Países do Golfo dizem que coalizão deve representar oposição síria em Genebra

RIAD, 28 Nov (Reuters) - A conferência para tratar da paz na Síria, prevista para janeiro, precisa estabelecer as condições para um governo de transição e não deve envolver nenhum grupo de oposição além da Coalizão Nacional, disseram ministros árabes.

Um garoto puxa uma lata de lixo conforme passam soldados do Exército Sírio Livre, carregando suas armas, em uma moto em uma rua em Deir al-Zor, no leste da Síria. A conferência para tratar da paz na Síria, prevista para janeiro, precisa estabelecer as condições para um governo de transição e não deve envolver nenhum grupo de oposição além da Coalizão Nacional, disseram ministros árabes. 27/11/2013 REUTERS/Khalil Ashawi

Em comunicado divulgado na quarta-feira após uma reunião no Kuweit, ministros de Relações Exteriores do Conselho de Cooperação do Golfo, com seis membros, disseram ainda esperar que o acordo preliminar do Irã com países do Ocidente leve a um entendimento sobre a crise por causa do programa nuclear do país.

“Os ministros ressaltaram a importância de reforçar o apoio internacional para que a oposição seja representada pela Coalizão Nacional na conferência de Genebra 2”, disse o comunicado.

Reportagem de Angus McDowall

0 : 0
  • narrow-browser-and-phone
  • medium-browser-and-portrait-tablet
  • landscape-tablet
  • medium-wide-browser
  • wide-browser-and-larger
  • medium-browser-and-landscape-tablet
  • medium-wide-browser-and-larger
  • above-phone
  • portrait-tablet-and-above
  • above-portrait-tablet
  • landscape-tablet-and-above
  • landscape-tablet-and-medium-wide-browser
  • portrait-tablet-and-below
  • landscape-tablet-and-below