December 1, 2013 / 2:17 PM / 4 years ago

Pesquisas mostram que partidários do SPD apoiam acordo de coalizão alemã

Por Madeline Chambers

BERLIM, 1 Dez (Reuters) - A maioria dos partidários do Partido Social-Democrata (SPD) apoia o acordo firmado na semana passada com os conservadores da chanceler alemã Angela Merkel, mostraram pesquisas neste domingo, sinalizando votos a favor de uma “grande coalizão”.

Dois meses depois de Merkel sair vitoriosa de uma eleição, mas ficando aquém de uma maioria parlamentar, os dois lados concordaram com um plano de 185 páginas para um governo de direita-esquerda que ainda tem que ser aprovado pelos membros do SPD.

O resultado da votação de cerca de 474 mil membros será divulgado até dia 15 de dezembro e os líderes do partido esperam que isso signifique que o governo da maior economia da Europa poderá começar a trabalhar antes do Natal.

Porém, uma dúvida paira sobre o resultado graças a um enorme ceticismo entre os membros do SPD em relação a entrar no governo junto com Merkel. O SPD está traumatizado pelo seu pior resultado em uma eleição pós-guerra em 2009, depois de dividir o poder com Merkel durante quatro anos.

A pesquisa Forsa no jornal Welt am Sonntag mostrou que 78 por cento dos eleitores do SPD apoiam o acordo e que apenas 19 por cento o rejeitam. Uma pesquisa separada da Emnid, publicada no Bild am Sonntag, mostra que a parcela de partidários do SPD que apoiam a grande coalizão é de 70 por cento .

Embora as pesquisas se refiram aos partidários do SPD e não aos membros do partido que realmente votam, os números fortes são uma indicação do clima predominante, enquanto líderes do SPD percorrem o país para vender o acordo em dezenas de conferências regionais.

A secretária-geral do partido, Andrea Nahles, disse que estava otimista que os membros darão a sua aprovação, mas que o resultado não está definido e sinalizou que os líderes do partido se retirariam caso a resposta for “não”.

“Deve ficar claro o que uma rejeição significaria”, disse Nahles ao Welt am Sonntag. “Toda a liderança do partido se lançou nesse processo. Todos nós negociamos muito e apoiamos este resultado. Vamos assumir a responsabilidade”, disse ela.

0 : 0
  • narrow-browser-and-phone
  • medium-browser-and-portrait-tablet
  • landscape-tablet
  • medium-wide-browser
  • wide-browser-and-larger
  • medium-browser-and-landscape-tablet
  • medium-wide-browser-and-larger
  • above-phone
  • portrait-tablet-and-above
  • above-portrait-tablet
  • landscape-tablet-and-above
  • landscape-tablet-and-medium-wide-browser
  • portrait-tablet-and-below
  • landscape-tablet-and-below